Educadora 950

Educadora 950

 A Rádio da Família Cristã

Estão na pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado quatro Propostas de Emenda à Constituição (PECs) que reduzem de 18 para 16 anos idade da maioridade penal no Brasil. Com reunião do grupo marcada para as 10 horas de hoje, entidades contrárias à medida convocaram manifestações contra a mudança por todo o País. Relator da proposta, o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) apresentará para votação substitutivo a uma das PECs, de autoria de Aloysio Nunes (PSDB-SP), e pedir rejeição das demais. Pelo voto do relator, caberia ao Ministério Público pedir ao juiz que o adolescente entre 16 e 18 anos possa ser julgado como adulto, de acordo com cada caso específico. No projeto aprovado em agosto de 2015 pela Câmara dos Deputados, a redução seria possível nos casos de crimes hediondos, homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte. Pelo texto dos deputados, no entanto, a aplicação não precisaria de pedido do MP e já valeria para qualquer adolescente que cometesse os crimes especificados. Já na proposta de Ferraço, ficaria a critério de um juiz da área da infância e adolescência decidir se o jovem responderá ou não como adulto. Esta determinação levaria em conta “capacidade do agente de compreender o caráter criminoso de sua conduta”, assim como “antecedentes e histórico familiar, social, cultural e econômico” do adolescente. Aprovada na CCJ, medida ainda precisaria passar pelo plenário do Senado. “Retrocesso” “Seria o maior retrocesso nos direitos da criança e do adolescente no Brasil”, diz em nota o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) no Brasil. Segundo o órgão, a redução descumpre convenções internacionais assinadas pelo Brasil e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Já Aloysio Nunes justifica a PEC destacando prática reiterada de crimes por menores “certos da impunidade”. Ele destaca, entre outros, exemplo de um jovem de Jaguaretama, no Ceará, que teria assassinado 11 pessoas entre os 15 e 18 anos. “Algo precisa ser feito em relação a esses casos, que infelizmente têm se proliferado à sombra da impunidade”. A medida critica ainda o sistema socioeducativo para menores, que estaria superlotado e sem conseguir reduzir índices de reincidência. Segundo Nunes, proposta teria ainda “valor pedagógico”, uma vez que jovens com mais de 16 anos não cometeriam a prática reiterada de crimes diante da possibilidade de desconsideração da menoridade. A Unicef rebate: “Reduzir a maioridade penal não resolverá o problema da segurança e dos altos índices de violência. No Brasil, os adolescentes são hoje mais vítimas do que autores de atos de violência. São eles que estão sendo mortos” Entidades da sociedade civil e partidos como o Psol, contrários à redução, apontam que a medida poderia gerar “efeito dominó”, que geraria novas pressões para reduzir ainda mais a idade limite. Saiba mais A redução da maioridade penal foi aprovada em julho do ano passado pela Câmara dos Deputados, em meio a manobra conduzida pelo então presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Rejeitada pelos deputados em primeira votação, PEC promovendo a mudança voltou para a pauta da Câmara menos de vinte e quatro horas depois da primeira votação. O texto, no entanto, voltou ligeiramente mais leve, prevendo redução apenas para crimes hediondos, homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte. Projeto original servia até em casos de tráfico de drogas. A mudança, aprovada por 323 votos favoráveis contra 155 e duas abstenções, gerou intenso bate-boca e troca de acusações na Casa e chegou a ser questionado no Supremo Tribunal Federal. Atualmente, não existe “impunidade” absoluta para crimes envolvendo adolescentes em conflito com a lei. Para casos de crime com grave ameaça ou violência, jovens entre 12 e 18 anos podem ficar de seis meses a três anos internados em unidades socioeducativas. Pela mudança em votação no Senado Federal, o jovem entre 16 e 18 anos cumpriria pena integralmente como adulto. A medida, no entanto, prevê que estes adolescentes não sejam detidos junto com condenados que já sejam maiores de idade. Fonte: O Povo
Ceará ultrapassou a marca dos mil transplantes no ano e chegou ao Dia Nacional de Doações de Órgãos, nesta quarta-feira (27), com um total de 1.098 procedimentos realizados. Conforme a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), foram realizados 161 transplantes de rim, um de rim/pâncreas, 21 de coração, 143 de fígado, 3 de pulmão, 62 de medula óssea (42 autólogos e 20 alogênicos), 705 de córnea, um de esclera e um de valva cardíaca. Como em 2016, a marca dos mil transplantes foi alcançada em agosto. De janeiro a agosto do ano passado, houve 1.153 transplantes no Ceará. Em relação ao ano de 2016, até o mês de agosto, este ano o Ceará realizou mais transplantes de fígado e o mesmo número de transplantes de pulmão e de medula óssea, embora o maior número de transplantes alogênicos em 2017. Em igual período de 2017, foram realizados 1.012 transplantes no estado. A Sesa disse que a queda no ritmo dos transplantes em 2017 é justificada porque o Ceará zerou a fila de espera de transplantes de córnea, depois de 34 anos realizando esse procedimento, iniciado em 1982. Na diferença de 141 transplantes a menos este ano, até agosto, 101 são de transplantes de córnea. “Fila zero” de córnea é uma meta estabelecida pela Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO) e indica a situação em que o paciente que precisa de um transplante não necessita esperar pelo tecido porque ele já está disponível para a cirurgia. Na segunda-feira (25), a lista de espera para esse tipo de transplante contava apenas sete pacientes ativos. O Brasil tem hoje o maior sistema público de transplantes do mundo, no qual cerca de 95% dos procedimentos e cirurgias são feitos com recursos públicos. O Ceará, anualmente, fica entre os estados que mais realizam transplantes de órgãos no país, de acordo com informações da Sesa. O Ceará conta atualmente com 52 hospitais notificantes e 18 Comissões Intra-Hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTTs). Para ser um doador não precisa deixar mais nada por escrito. Basta avisar a sua família sobre a vontade de doar e ajudar a salvar vidas. Fonte: G1/CE
A Secretaria da Educação de Sobral por meio do Programa Brasil Alfabetizado está com inscrições abertas para o processo seletivo de Alfabetizadores e Coordenadores de turmas em escolas públicas do município. Os interessados deverão preencher um formulário de inscrição online, de 25 a 28 de setembro, no link: https://goo.gl/FmvM18 Este ano estão sendo ofertadas seis vagas para alfabetizador e uma para coordenador de turmas. Os selecionados prestarão serviços de forma voluntária durante oito meses e receberão bolsa-auxílio de R$ 400 e R$ 600 reais, respectivamente. Para participar do certame, o candidato deve ter, no mínimo 18 anos de idade, nível superior completo ou incompleto no curso de Pedagogia ou áreas afins. A seleção será realizada em duas etapas: análise de currículo e entrevista. No dia 3 de outubro de 2017, será divulgado o resultado da 1ª fase (análise de currículo), bem como dias e horários das entrevistas. O resultado final do processo será divulgado no dia 04 de outubro de 2017. O Programa Brasil Alfabetizado (PBA) tem como objetivo promover a superação do analfabetismo entre jovens com 15 anos ou mais, adultos e idosos e contribuir para a universalização do ensino fundamental no país. Sua concepção reconhece a educação como direito humano e a oferta pública da alfabetização como porta de entrada para a educação e a escolarização das pessoas ao longo de toda a vida. As secretarias de educação dos estados, municípios e Distrito Federal aderem ao PBA por meio do Sistema Brasil Alfabetizado. - Leia o edital AQUI Fonte: Blog de Sobral
O CSA está de volta à Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta segunda-feira, a equipe alagoana recebeu o Tombense, no Rei Pelé, no jogo de volta das quartas de final da Série C, e venceu por 1 a 0. Na primeira partida, no Almeidão, em Tombos, o CSA já havia vencido por 2 a 0. Nesta segunda, em casa, a equipe alagoana entrou em campo podendo apenas empatar, mas abriu o marcador com apenas 17 minutos. Raul Diogo fez bela jogada pela esquerda e cruzou rasteiro. Edinho, meia revelado pelo Fortaleza, apareceu livre e só empurrou para as redes do Tombense. O triunfo do CSA é ainda mais especial considerando-se os 15 anos que a equipe não disputava a Segundona do Brasileiro. O clube disputou a Série B do Brasileiro pela última vez em 1992. Em 2000, teve a João Havelange, mas foi uma competição diferente. Além do retorno à Série B, o CSA ainda segue em busca de seu primeiro título da Série C. A equipe alagoana vai encarar o São Bento nas semifinais da competição. Por ter feito mais pontos, o Azulão abre o mata-mata em Sorocaba e fecha no Estádio Rei Pelé. Fonte: O Povo
Terça, 26 Setembro 2017 12:34

Os movimentos da economia com o hub

A partir do próximo mês começam as vendas para os voos diretos para Paris e Amsterdã partindo de Fortaleza oferecidos pela Joon, a nova empresa aérea de baixo custo da Air France-KLM. O grupo anunciou ontem oficialmente Fortaleza como o seu hub (centro de conexões) no Nordeste. Serão cinco voos semanais que devem começar a operar a partir de maio de 2018. A estimativa é de que o trecho custe a partir de 251 euros (R$ 933,97) e podem chegar a 2.081 euros (R$ 7.743,40). Se a média de preços for mantida à época da venda das passagens, esta será uma rota mais barata para se chegar à Europa. Ida e volta para Paris, sem considerar as taxas, sairia por pouco mais de R$ 1,8 mil. Enquanto uma viagem para o mesmo destino saindo de Fortaleza, em maio, mas passando antes por Lisboa custa, em média, R$ 2,3 mil. Considerando viajar primeiro para São Paulo e de lá pegar um voo para Paris, os gastos com passagens, também ida e volta, ficam em torno de R$ 6,2 mil. Serão dois voos por semana da Air France partindo de Fortaleza para França e outros três, também semanais, para Amsterdã, pela KLM. Na prática, o tempo de viagem será de aproximadamente 9h25min. Menos do que a rota hoje oferecida pela TAP para o voo Fortaleza – Lisboa e de Lisboa para Paris, já que neste ainda há conexão e, no mínimo, cinco horas a menos do que a rota oferecida pela Latam e pela própria Air France para chegar ao destino passando por São Paulo. De acordo com o diretor geral Air France-KLM para a América do Sul, Jean-Marc Pouchol, esta empresa foi desenhada para atender os chamados millenials, de 18 a 35 anos. € 35 será o valor de voos de Paris para Berlin, Barcelona, Lisboa e Porto pela Joon + Voos A Gol, empresa brasileira parceira no projeto, vai alimentar estes voos internacionais ampliando em 35% os voos que atendem Fortaleza e também ajustando sua malha para ampliar oferta em Recife, Salvador, Belém e Manaus e criando uma nova rota entre Natal e Fortaleza, ressaltou o presidente da Gol, Paulo Kakinoff. Na avaliação do agente de viagens da Ceará Travel, Victor Costa, independente dos preços que serão oferecidos pelas companhias, quem ganha com a entrada da nova empresa no mercado é o consumidor. “Eu acho que onde existe a concorrência, todo mundo ganha. A TAP lidera hoje porque o voo da Condor para Frankfurt só tem uma saída semanal. Como este novo voo já nasce com várias frequências semanais, será mais uma forma de se chegar à Europa e de lá seguir para os demais países”. Ele recomenda, no entanto, atenção ao modelo de passagens. “Tem que observar se o tipo de passagens contempla, por exemplo, o despacho de bagagens. A maioria das companhias low cost não oferecem este serviço e adquirir na hora pode sair bem mais caro”. TURISMO 1. Para Carlos Grotta, especialista em transporte aéreo e infraestrutura aeroportuária, a Air France-KLM está mais interessada no público europeu que o brasileiro. “A companhia se mostra mais interessada nos europeus por causa da estabilidade econômica. Em questão de atração, Fortaleza é uma boa porta de entrada para a Amazônia”, destaca. A formação do hub, analisa, dependerá também das empresas aéreas brasileiras. “Os turistas precisarão das companhias domésticas do País para fazer a distribuição. Quem vai acabar formando o hub é a própria Gol”, avalia. 2. A tarifa promocional se torna mais atrativa para consumidor de São Paulo ou Rio de Janeiro buscar o voo para Paris partindo de Fortaleza. “A empresa oferece voos por R$ 3 mil no Sudeste. Entra a companhia de baixo custo. Compensa mais pagar até R$ 1.000 até Fortaleza e desembolsar outros R$ 1.200 para ir até a Paris. Essa é uma das vantagens”, avalia Grotta. 3. Para o diretor-executivo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Ceará (Abrasel-CE), Taiene Righetto, Fortaleza vai ter a chance de voltar a atrair o turista europeu e de fortalecer a gastronomia local. “O turismo é o primeiro setor impactado (com voos e novo hub), levando junto toda uma cadeia que vai acabar se beneficiando, seja a gastronomia, as barracas de praia, o comércio local, taxistas. O turista europeu tem poder aquisitivo alto”. 4. “Hoje, o turismo é a indústria que mais gera empregos e impacta, por baixo, pelo menos 54 setores: o hoteleiro, o taxista, o artesão, etc.”, diz o vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Ceará (ABIH-CE), Manoel Linhares. “É bom para todos os ramos porque vem divulgação e tudo acontece numa conexão dessa”, acrescenta. Fonte: O Povo
Chega a 100 o número de mortes por chikungunya no Ceará, conforme o Sistema de Monitoramento Diário de Agravos mantido pela Prefeitura de Fortaleza. Os dados foram atualizados na manhã desta segunda-feira (25) e mostra a concentração de 88 das mortes na Capital. Outros municípios que também registraram vítimas fatais da enfermidade foram Caucaia (2), Maracanaú (2), Itapajé (2), Acopiara (2), Pacajus (1), Aracati (1), Morada Nova (1) e Viçosa do Ceará (1). Os dados fornecidos são baseados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação. Ainda de acordo com o levantamento, o total de casos confirmados de chikungunya no Ceará em 2017 foi de 55.390, sendo 53.710 pacientes de Fortaleza. Estado A Secretaria Estadual de Saúde, por sua vez, divulgou o último boletim de arboviroses (doenças transmitidas por insetos, como chikungunya, dengue e infecção por zika) no dia 1º de setembro. Até então, o órgão estadual já confirmava 82.017 casos de chikungunya no Ceará em 2017, com 87 óbitos por conta da enfermidade. Fonte: G1/CE
Com o objetivo de fomentar a prática esportiva por parte dos cidadãos sobralenses, a Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria da Cultura, Juventude, Esporte e Lazer (Secjel), enviou para a Câmara Municipal, nesta terça-feira (25/09), termo de fomento a ser apreciado pela casa legislativa, a fim de financiar projetos esportivos nas modalidades de Futebol e Futsal. Os eventos, já tradicionais no calendário esportivo do município são: Copa Sobral de Futebol e Campeonato Sobralense de Futsal (Categorias de base e adulto), que juntos receberão um montante de 171.000,00 mil reais, para realização de etapas classificatórias e premiação dos clubes que se destacarem nas competições. Os campeonatos envolvem cerca de 200 times de todas as localidades do município. Para o titular da Secjel, Igor Bezerra, o incentivo estimula o desenvolvimento das modalidades esportivas do município fazendo com que mais jovens tenham acesso ao esporte e lazer. “Temos convicção que o incentivo a iniciativas como essas faz com que nossos jovens ganhem alternativas de melhoria de qualidade vida. Quanto mais se investe no esporte, mais realidades serão modificadas, gerando cidadania e diminuindo os índices de violência”, afirmou. Fonte: Blog de Sobral

Nesta quinta-feira (21), o Departamento Técnico da Liga Nacional de Basquete (LNB) divulgou a tabela de jogos da fase de classificação da temporada 2017/2018 do Novo Basquete Brasil (NBB). O campeonato começa no dia 4 de novembro, com reedição da última final. Representado do Estado, o Basquete Cearense fará os três primeiros jogos fora de casa, contra equipes paulistas.

A estreia será contra o Pinheiros, dia 6 de novembro, as 19h30min, em São Paulo. Dois dias depois, o time de Alberto Bial enfrenta o Mogi das Cruzes, no interior de São Paulo, dia 6 de novembro, as 19h30min. 

No dia 10, o Carcará volta a quadra para enfrentar o Liga Sorocabana, as 20h, em partida marcada para Sorocaba-SP. 

Apenas no dia 1º de dezembro o Basquete Cearense fará sua estreia em casa, na 4ª rodada, quando encara o Botafogo. A princípio, o duelo está marcado para o ginásio Paulo Sarasate. 

ATUAL CAMPEÃO

Na última temporada, o Bauru levou a melhor sobre o Paulistano, virando a série final para 3 a 2 e conquistando o título inédito. O time da capital terá a chance de dar o troco no jogo de abertura da competição, no dia 4 de novembro, às 14 horas (de Brasília), no Ginásio Antonio Prado Jr, em São Paulo.

Em relação aos anos anteriores, a décima edição do NBB terá mais jogos entre o Natal e o Ano Novo, assim como acontece na NBA. No total, quatro jogos serão disputados entre os dias 27 e 30 de dezembro, com destaque para o clássico carioca entre Flamengo e Vasco no dia 30.

No total, 12 times avançam aos playoffs, e a fase de classificação da nova temporada do NBB se encerra no dia 27 de março. A tabela completa pode ser encontrada no site da LNB.

Confira abaixo os primeiros jogos do NBB 2017/2018.

04/11 (sábado)

14h – Bauru Basket x Paulistano/Corpore

06/11 (segunda-feira)

19h30 – EC Pinheiros x Basquete Cearense

20h10 – Sesi/Franca Basquete x Campo Mourão Basquete

07/11 (terça-feira)

19h30 – Minas Tênis Clube x Vasco da Gama

20h – Liga Sorocabana x Universo/Vitória

08/11 (quarta-feira)

20h – Mogi das Cruzes/Helbor x Basquete Cearense

20h – Bauru Basket x Campo Mourão Basquete

09/11 (quinta-feira)

19h30 – EC Pinheiros x Universo/Vitória

10/11 (sexta-feira)

20h – Liga Sorocabana x Basquete Cearense

20h10 – Sesi/Franca Basquete x Paulistano/Corpore

11/11 (sábado)

14h – Mogi das Cruzes/Helbor x Universo/Vitória

 

VEJA A TABELA BÁSICA DO NBB 9

Fonte: O Povo

O Ceará fechou o mês de agosto com o terceiro melhor desempenho do país em relação ao número de novos postos de trabalho criados e o melhor do Nordeste. Foram adicionados 4.975 novas vagas de emprego, conforme o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira (21) pelo Ministério do Trabalho (MTb).

Foram contabilizadas no Ceará 36.440 admissões e 31.465 desligamentos, o que significa um crescimento de 0,43% em relação ao estoque do mês de julho.

O bom desempenho do estado, de acordo com a pesquisa, foi resultado da geração de empregos nos setores de serviços, que registrou 1.702 novos postos (+0,35%); indústria de transformação, com 976 novas vagas (+0,42%); e agropecuária, com mais 900 postos a mais e melhor crescimento percentual (+3,67%).

Em relação aos municípios, Fortaleza teve o melhor desempenho, com o surgimento de mais 1.597 vagas. Seguem a lista Sobral, com acréscimo de 609 postos; Aracati, com 227; Limoeiro do Norte, com 213; e Juazeiro do Norte, com 183.

 

Brasil

 

Os maiores crescimentos nos números de vagas de emprego ocorreram em São Paulo, Santa Catarina, Ceará, Pernambuco e Paraíba. Dos 26 estados brasileiros e Distrito Federal, 19 tiveram saldo positivo. No total, o Brasil terminou agosto com acréscimo de 35.457 novos postos de trabalho, com crescimento de 0,09% em relação ao mês de julho.

O cálculo com resultado positivo do Caged em agosto mostra a diferença entre as 1.254.951 admissões e as 1.219.494 desligamentos. Houve um crescimento de 163.417 vagas de emprego formal no Brasil durante todo o ano de 2017, em relação ao estoque de dezembro de 2016. "Os números do Caged em agosto confirmam o processo de retomada gradual, mas firme e consistente da nossa economia, como resultado das medidas adotadas pelo governo para o País voltar aos trilhos do crescimento", disse o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

Dos oito setores de atividade econômica, cinco registraram crescimento no nível de emprego em agosto. Houve aumento nos setores de serviços, indústria da transformação, comércio, construção civil e administração pública.

Fonte: G1/CE

O jornal britânico Financial Times publicou uma matéria que destaca os avanços da educação pública de Sobral como exemplo para o mundo, após enfrentar um cenário estarrecedor há duas décadas. “Hoje, Sobral alcançou o primeiro lugar entre os mais de 5.000 municípios do país no ranking nacional de educação básica”, diz trecho da matéria publicada na série especial de reportagem “FT Educação”, que apresenta o cenário da educação em vários países do mundo.

A publicação também ressalta que os resultados de Sobral, alcançados mesmo em meio a pobreza histórica, uma seca de cinco anos na região e uma recessão nacional, são encorajadores por mostra o quanto pode ser alcançado pelo governo local e pelo financiamento público. “O segredo do sucesso do município foi estabelecer objetivos claros que se concentraram em ensinar e não em infraestrutura”, revela a matéria.

Em outro trecho aponta ainda o novo desafio do município: “Sobral agora está planejando ser testado pelos critérios do Pisa para ver onde fica no ranking do cenário global e como pode corrigir suas falhas.” O Programa Internacional de Avaliação de Estudantes – PISA for Schools será aplicado em meados de outubro 2017, nas escolas de Sobral, avaliando competências e habilidade em Ciências, Matemática e leitura.

- Leia a matéria completa: https://goo.gl/y2bEjQ

Fonte: Blog de Sobral