Educadora 950

Educadora 950

 A Rádio da Família Cristã

Garantir o uso consciente de água enquanto abastece um grande polo que movimenta a economia cearense. Esse é o intuito da Estação de Reúso de Água do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), que se encontra em fase de testes até dezembro deste ano. Na manhã deste sábado (7), o governador Camilo Santana visitou a estação que realiza o tratamento do efluente gerado pelo CIPP, gerando atualmente cerca de 15 litros de água de reúso. “Essa estação recebe os efluentes da CSP, da termelétrica. Essa é uma experiência piloto no sentido de tratar essa água para devolver para o uso industrial. A planta tem capacidade de gerar 15 litros por segundo. São estudos que estão sendo feitos para viabilizar uma nova unidade, maior, que possa gerar pelo menos 100 litros por segundo. É mais uma medida na busca de alternativas sustentáveis, com reúso de água. É uma experiência inovadora, equipes de São Paulo vieram para garantir essa pesquisa. Nossa ideia é transformar água de esgoto em água bruta”, explicou o governador. A expectativa é que a estação possa reutilizar cerca de 140 litros de água por segundo, a partir de janeiro de 2018. Este incremento na oferta de água representará aproximadamente 13% da água bruta que hoje é disponibilizada para abastecer as indústrias e empresas do CIPP. O chefe do Executivo destacou a importância da busca por novas medidas de segurança hídrica exclusivas para o CIPP. “A ideia é deixar o complexo independente da água que vem do Castanhão, que vem de Fortaleza. Já fizemos uma bateria de poços para atender o porto, ações para aproveitar a água do Cauípe. Estamos há seis anos consecutivos de seca e, nesse cenário econômico, em que fechamos uma parceria com Roterdã, novas empresas estão se instalando, sem água fica insustentável, por isso estamos tomando essas medidas”. O projeto é realizado pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) em parceria com as empresas Utilitas e Suez e faz parte das ações de segurança hídrica, adotadas pelo Governo do Ceará, para garantir o abastecimento de água durante a estiagem. Participaram também da visita o presidente da Cagece, Neuri Freitas, o deputado estadual Evandro Leitão, entre outros. Garantir o uso consciente de água enquanto abastece um grande polo que movimenta a economia cearense. Estudo de viabilidade Após a fase de testes, a Cagece e as empresas parceiras deverão apresentar estudo acerca da viabilidade técnica e custos para o pleno funcionamento da estação. A previsão é que o estudo seja apresentado na segunda quinzena de novembro. Garantir o uso consciente de água enquanto abastece um grande polo que movimenta a economia cearense. Como funciona a Estação de Reúso do CIPP 1. A estação de reúso capta o efluente industrial gerado pelas empresas Eneva e CSP, localizadas no CIPP; 2. O efluente captado passa por processos de tratamento fisicoquímico e osmose reversa até que a água esteja com qualidade para ser reutilizada; 3. A água de reúso é distribuída novamente para o CIPP. Fonte: Governo do Estado
Cirurgiões dentistas da atenção primária à saúde de Sobral participaram, na quinta-feira (5), no auditório do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST), de uma ação de educação permanente em Saúde Bucal sobre o protocolo de encaminhamentos para o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) Sanitarista Sérgio Arouca. Na ocasião, foram discutidas estratégias para aproximar os níveis de atenção e estabelecer parcerias no atendimento odontológico especializado, com o objetivo de otimizar o trabalho, reduzir filas de espera e elevar o grau de satisfação do usuário com os serviços. O momento foi facilitado pela diretora do CEO, Dra. Kátia Linhares e contou com a participação do Gerente da Célula de Saúde Bucal de Sobral, Dr. Felipe Carvalho. Para o gerente da Célula de Saúde Bucal, Felipe Carvalho, a meta “é realizar, sistematicamente, esses encontros de Educação Permanente em Sobral, visto que é muito importante a comunicação entre a atenção básica e o CEO para aprimorarmos os fluxos e diminuirmos as filas de espera dos pacientes, que estão precisando de um tratamento odontológico especializado. Nossa intenção é fazer com que o paciente saia do seu CSF com o dia e a hora marcada da sua consulta no CEO, diminuindo, assim, o índice de faltas e aumentando cada vez mais o potencial de produção das unidades especializadas.” Fonte: Blog de Sobral
Com o objetivo de promover a proteção, a defesa e a preservação dos animais do município, o prefeito Ivo Gomes sancionou, nesta quinta-feira (05/10), o Projeto de Lei Nº 1671, aprovada pela Câmara Municipal de Vereadores, que trata da Política Municipal de Bem Estar e Proteção Animal. “A promoção do bem estar animal é um dever de todos, ou seja, do responsável pelo animal, assim como de todas as pessoas, famílias, empresas e demais membros da sociedade em geral. Cabe, a partir de agora, ao município promover as condições indispensáveis ao pleno exercício dos direitos dos animais”, explicou o prefeito Ivo Gomes. O órgão gestor da Política Municipal de Bem Estar e Proteção Animal é a Agência Municipal do Meio Ambiente (AMA), que irá proporcionar as condições necessárias para o exercício de suas atribuições legais, que são: 1 - Identificar e divulgar fatores condicionantes e determinantes da saúde e bem estar animal 2 - Estabelecer políticas de saúde e bem estar animal destinadas a promover o desenvolvimento sustentável da cidade, bem como sensibilizar os diversos atores sociais quanto à necessidade de proteção e respeito aos direitos dos animais 3 – Proporcionar assistência aos animais e aos seus responsáveis, por intermédio de ações de promoção, proteção e recuperação da saúde animal; Buscar o maior equilíbrio na população animal, diminuindo o índice de abandono e maus-tratos de modo a prevenir agravos à saúde pública e as agressões ao meio ambiente 4 - Desenvolver ações de educação ambiental sobre a fauna junto à sociedade, buscando-se criar consciência sobre a responsabilidade da guarda dos animais e a necessidade de conservação e respeito à fauna urbana e rural 5 - Instituir um sistema de identificação e cadastramento de animais no Município; 6 - Fomentar ações para a adoção responsável de animais abandonados na cidade 7 - Instituir mecanismos de coerção e de fiscalização das ações dos cidadãos em relação aos seus animais, por meio do respeito à legislação aplicável, especialmente os estabelecidos em âmbito internacional 8 - Estabelecer critérios para a comercialização e o trânsito de animais na cidade, em ações planejadas com a iniciativa privada, sociedade civil organizada, bem como com profissionais das mais diferentes áreas 9 - Elaborar e desenvolver projetos de investigação, em parceria com instituições de ensino, pesquisa e de proteção aos animais, para a busca de alternativas ao controle populacional da fauna na cidade, entre outras ações destinadas à promoção dos direitos dos animais e à sua proteção. Fonte: Blog de Sobral
Após mais de seis meses sem um encontro, Fortaleza e Ceará voltaram a se enfrentar na noite de ontem, no Castelão, pelas quartas de final da Taça Fares Lopes. Em partida movimentada, os times empataram por 1 a 1, com gols marcados no segundo tempo por Felipe Menezes e Ronny. Apenas 4.768 pagantes compareceram ao Castelão. E quem foi não deve ter se decepcionado, tendo em vista o bom futebol apresentado pelas duas equipes. Do lado alvinegro, Felipe Menezes mais uma vez agarrou a oportunidade de jogar a Taça Fares Lopes. O meia vestiu a camisa 10 e armou as jogadas do Ceará. O bom desempenho acabou em gol, após triangulação com Magno Alves e Arthur. Do lado tricolor, quem se destacou também vestia a 10: Ronny. Suspenso na Série C, ele “desceu” para o time da Fares Lopes e conduziu os principais ataques leoninos, com passes para os atacantes e chutes de fora da área. Foi dele, cobrando pênalti após ser derrubado por Lelê na área, o gol do empate. Para o jogo de volta, dia 11, a vantagem de jogar por qualquer empate é do Ceará, por ter melhor campanha. Já o Fortaleza precisa vencer para seguir no torneio que vale vaga na Copa do Brasil. DEFINIÇÃO Até o jogo de volta as equipes têm quase uma semana para ajustar os erros. Com a pausa na Série B, o Ceará deve voltar a utilizar atletas que vêm sendo relacionados para o certame nacional. Já o Tricolor, dependendo da segunda partida da semifinal diante do Sampaio Corrêa na Série C, amanhã, pode vir até com força máxima. "Levamos o gol de empate, mas no fim das contas, a gente leva a vantagem para o segundo jogo para tentar a classificação", disse Felipe Menezes após o jogo. "Fazia tempo que não jogava 90 minutos. A gente foi melhor que o Ceará. Agora é descansar e trabalhar durante a semana para a próxima partida. Jogar um clássico tem uma motivação a mais, a gente tira força de onde não tem", comentou Ronny. TAÇA FARES LOPES FORTALEZA TÉCNICO: DANIEL FRASSON 4-3-3: Max Wallef; Eduardo (Jonathas), Guilherme, Del’Amore, Danilo; Aldo, Jefferson e Ronny; Vinícius Baiano (Weverton), Lúcio Flávio e Gabriel Pereira (Romarinho) CEARÁ TÉCNICO: DANIEL AZAMBUJA 4-3-3: Fernando Henrique; Pio (Cametá), Tiago Alves, Valdo, Rafael Carioca; João Marcos, Jackson Caucaia, Felipe Menezes; Cafu (Arthur), Magno Alves e Lelê (Felipe Jonatha) Gols: 27min/2T - Após troca de passes entre Magno Alves, Arthur e Felipe Menezes, a jogada termina com finalização para o fundo das redes do meia armador. 34min/2T - Ronny foi derrubado por Lelê dentro da área e árbitro marcou a penalidade. O próprio Ronny bateu e empatou a partida Local: Castelão Data: 5/10/2017 Árbitro: Avelar Rodrigo Assistentes: Mardônio Ribeiro e Renan Aguiar Público: 4.768 pagantes (394 não pagantes) Renda: R$ 43.266,00 Fonte: O Povo
Nos primeiros sete dias de funcionamento da ferramenta virtual, mais de 150 ocorrências foram registradas pela Ciops através de solicitações feitas por celular Lançado há uma semana pelo Governo do Ceará, o aplicativo 190 tem sido bem recebido pelos usuários de smartphones em Fortaleza. Mais de 10,8 mil pessoas já efetuaram o download da nova ferramenta dentro do intervalo de sete dias. Projeto que partiu do Pacto por um Ceará Pacífico, o APP 190 possibilita o registro virtual de ocorrências de roubo e lesão através do celular. Para acessar ao serviço, basta ter um aparelho móvel com os sistemas operacionais Android (fazer o download em Google Play) ou IOS (App Store), com tecnologias 3G, Wi-Fi e GPS, além de aceitar as políticas de privacidade e de segurança da informação. O aplicativo foi desenvolvido pelo Gabinete da Vice-Governadoria, em parceria com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), com o objetivo de melhorar a agilidade na resposta dos serviços de socorro da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), diminuir o número de trotes e reforçar o combate à criminalidade no Estado. Segundo o líder de Tecnologia da Informação (TI) da Vice-Governadoria, Catulo Hansen, responsável pelo desenvolvimento do programa, a avaliação da semana inicial do APP 190 é positiva por mostrar o interesse da população na opção de dispor da ferramenta colaborativa. “Na primeira semana a gente já alcançou um número significativo de downloads, com mais de 10.800, somando as plataformas Android e IOS. E temos contado com muitos retornos dos usuários, repletos de sugestões da população. São diversas mensagens parabenizando pelo sucesso do aplicativo pelas plataformas virtuais”, revelou Hansen. O gestor de TI afirmou, ainda, que o trabalho para o aprimoramento das funções do aplicativo deve ter esse retorno do público como aliado para identificar as principais necessidades do usuário. “Graças às avaliações e críticas, a gente já implantou uma série de melhorias desde o lançamento. Temos tido o cuidado de responder. Queremos fazer que o aplicativo continue evoluindo e atendendo as necessidades dos cearenses”. Ocorrências Com apenas uma semana de funcionamento, até esta quinta-feira (5), o aplicativo permitiu que a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança atendesse mais de 150 ocorrências. Da cerimônia de lançamento do APP 190 até o primeiro fim de semana da ferramenta no ar, foram registradas 112 ocorrências feitas de forma virtual. Coordenador da Ciops, o coronel Aristóteles Coelho pontua que o aplicativo trouxe mais segurança na recepção de denúncias sobre crimes, inibindo a criação de informações falsas por parte de pessoas anônimas. “Para a polícia, em primeiro momento, foi de grande importância ter o cadastro dos usuários que utilizam o aplicativo. Ele se tornou uma porta de entrada para diminuir totalmente o trote, pois a pessoa deixa todos os dados que a identifica antes de prestar a ocorrência”, disse o coronel. As ocorrências que poderão ser registradas via APP 190 são aquelas mais recorrentes em ligações para o número de telefone 190: lesão à bala, à faca e a outros; roubo à pessoa, a veículo, a estabelecimento comercial e à residência; disparo de arma de fogo e incêndio à residência, à vegetação e em prédio comercial. Primeiros passos e ampliação Secretário-chefe do Gabinete da vice-governadora do Ceará, Fernando Oliveira ressaltou que o APP 190 surgiu pela busca de novas formas da população contribuir para a Segurança Pública, até chegar a essa ferramenta, focada na entrega de maior rapidez na respota da polícia e na diminuição de incidência de trotes. “Buscamos novas formas para que a população possa contribuir na identificação de delitos e incidentes”. Com o sucesso dos primeiros dias de funcionamento na Capital, os próximos passos do APP 190, segundo a Vice-Governadoria, serão de expandir o dispositivo para outros municípios do Estado do Ceará. “As melhorias mais substanciais serão de implantar na Região Metropolitana de Fortaleza, que compreende 19 municípios. Já começamos a desenvolver para alcançar esse avanço. A gente precisava desse primeiro momento, de sentir o retorno do público, antes de expandir. Mas o crescimento é inevitável, isso está sendo estudado e implementado”, destacou Catulo Hansen. Baixe o aplicativo Android: http://bit.ly/2wZ9g0L IOS: http://apple.co/2fuOtXS Como usar Nos primeiros sete dias de funcionamento da ferramenta virtual, mais de 150 ocorrências foram registradas pela Ciops através de solicitações feitas por celular Fonte: Governo do Ceará
Nesta terça-feira (03/10), a Prefeitura de Sobral, por meio da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMA), assinou ordem de serviço para realização da cercadura do terreno de entorno da Unidade de Conservação Pedra da Andorinha. A empresa contratada terá o prazo de até 30 dias para finalizar a obra, que custará cerca de R$70.000,00, oriundos do Fundo Socioambiental do município. “Com a nova cercadura no entorno da Pedra da Andorinha, o local ficará protegido de possíveis passagens de animais e pessoas que não estejam aptas a adentrar a reserva ambiental. Além disso, a Unidade de Conservação será contemplada com um portão de acesso, sinalizado e com placas indicativas e educativas, explicando que a Pedra da Andorinha não se trata de um local turístico com visitação livre, mas sobretudo de uma campo amplo de pesquisa e exploração da fauna e da flora da nossa cidade”, explicou o superintendente da AMA, Jorge Trindade. Fonte: Blog de Sobral
O Palácio de Ciências e Línguas Estrangeiras sediou, nos dias 30 de setembro e 1º de outubro, a edição demo do Art Fans Animation – AFA. O evento visa promover a integração entre fãs de quadrinhos, animações, séries e jogos, incorporando atividades pouco comuns em eventos de anime e ampliando outras já tradicionais. Nos dois dias do evento, o público contou com jogos online, jogos de console, além de xadrez, dama, uno, resta um, espaço K-Pop (músicas pop coreanas) e área para desenhos. Finalizando a programação, foi realizada uma festa com música eletrônica e K-Pop. Segundo o diretor financeiro do AFA, Emanuel Canafístula, “o público elogiou muito a estrutura do local e a competência da equipe. Um dos participantes relatou que foi um dos melhores campeonatos de League of Legends da cidade. É muito gratificante saber que todo o esforço da equipe gerou um resultado tão positivo”. Finalizou agradecendo aos patrocinadores e idealizadores do evento, inclusive a Secretaria de Educação de Sobral que cedeu espaço e estrutura para realização do evento. Fonte: Blog de Sobral
Foi com autoridade que o Ceará venceu o Vila Nova e se consolidou no G-4 da Série B do Brasileiro. Na noite desta terça-feira, 3, Elton e Magno Alves marcaram os gols do Vovô no triunfo por 2 a 0 sobre o time goiano. Resultado justo pelo futebol apresentado pelo Alvinegro, que foi superior na maior parte dos 90 minutos e consolidou o bom momento no campeonato. Agora são cinco jogos sem perder, com três vitórias e dois empates. A boa fase coincide com o momento importante do time no campeonato, que após ter vencido o Vila Nova, enfrentará mais dois concorrentes diretos na briga pelo acesso. O primeiro deles o Oeste, no sábado seguinte, 14, fora de casa. Com o resultado, o Vovô não só se garantiu no G-4 até o fim da 28ª rodada como também assumiu (mesmo que provisoriamente) a 3ª colocação. Isso porque igualou a pontuação do América-MG, que começou a rodada como vice-líder (mas caiu de posição graças à vitória do Paraná por 1 a 0 sobre o Internacional), porém o Alvinegro tem uma vitória a mais. O Coelho precisa empatar ou vencer o Santa Cruz, no sábado, 7, no Recife, para retomar a posição. O JOGO Ciente da necessidade da vitória para entrar na zona de acesso, o Ceará foi dono do primeiro tempo. É verdade que o Vovô passou por um susto logo com 2 minutos, quando Alípio cobrou falta na área, Alan Mineiro cabeceou e a bola bateu na trave, mas a arbitragem pegou impedimento. Depois dalí, o Alvinegro foi soberano. Bem postado em campo, o time de Marcelo Chamusca controlou a posse de bola (terminou o 1º tempo com 61% x 39%) e criou boas chances, principalmente pelo lado esquerdo do ataque. Lima, Leandro Carvalho e Elton desperdiçaram boas oportunidades dentro da área. Mas na 2º chance que teve, aos 29 minutos, Elton não desperdiçou. Após excelente lançamento de Raul, Lima ajeitou de cabeça para o centroavante acertar belo chute cruzado, de fora da área, e marcar seu 7º gol na Série B. O resto do primeiro tempo foi de controle alvinegro, mas a segunda etapa começou diferente. Com a necessidade do empate, o Vila mudou a postura, se mandou pro ataque e equilibrou a partida, criando chances reais de gol e esbarrando no goleiro Éverson, responsável por manter a meta alvinegra intacta. Além de ver o camisa 1 defender lá atrás, o Vila Nova viu também Magno Alves sair do banco de reservas para sacramentar o resultado. Aos 46 do segundo tempo, o Magnata recebeu ótimo passe de Leandro Carvalho e mandou pro gol, acabando jejum de mais de cinco meses sem marcar e consolidando a vitória alvinegra. Ao apito final, festa total nas arquibancadas do Castelão da torcida alvinegra. O Vovô está de volta ao G-4. Fonte: O Povo
Dois professores cearenses participaram de seminário que elencou dez práticas de ensino da escrita consideradas inovadoras em sala de aula. Os docentes Ana Virgínia Oliveira, de Quixeramobim, e Gilson Franco, de Fortaleza, tiveram seus trabalhos escolhidos entre cerca de 200 inscritos, segundo a organização do programa “Escrevendo o Futuro”, que promove o encontro. “É gratificante estar aqui e mostrar que uma atitude pode, sim, trazer mudanças. É bom ter a oportunidade de trazer a minha sala de aula até aqui. É como uma aluna me disse, nunca vou esquecer: ‘a escrita nos torna mais humanos’”, disse Ana Virgínia, emocionada por ter o trabalho escolhido. Desde o início deste ano, ela montou um plano para ensinar e aperfeiçoar a escrita de crônicas. O público-alvo era alunos da 3ª série do ensino médio de escola pública de Quixeramobim. Ao fim do projeto, foi feita apresentação de sarau. Virgínia também criou uma página no Facebook para divulgar os textos dos estudantes. No processo, ela convidou o cronista e também professor Bruno Paulino, autor local, para debater a escrita com os alunos. “Ele apreciava os textos deles, fazia comentários. Aos poucos, eles viram que também podiam ser cronistas”, conta. Em um dos bairro com maior índice de violência da Capital, o professor Gilson Franco escolheu o cordel como meio de incentivar os alunos a se interessar pelas letras. Em grupo, os alunos do 7º ano, divididos em três turmas, começaram a aprender a fazer rimas e versos com tom regional. Para isso, Gilson lembra que criou uma atmosfera sertaneja. O objetivo era dar o clima. Entre os desafios, ele destaca os diferentes níveis dos alunos, alguns ainda não sabiam ler. “Alunos não partem do mesmo lugar e nem chegam ao mesmo lugar. A gente pensa que não, mas eles têm muito a dizer. Apenas não sabem como colocar as ideias, o pensamento abstrato no papel”, disse. De acordo com Dianne Melo, gestora do programa Escrevendo o Futuro, da Fundação Itaú Cultural, o Ceará vem se destacando, mas teve um desempenho ainda melhor na última edição. Ela conta que uma comissão avaliou os relatos de práticas dos professores de alunos que se destacaram na Olimpíada de Língua Portuguesa, iniciativa bienal do programa Escrevendo o Futuro. No total, 9.108 professores de mais de 3 mil escola do Estado se inscreveram para o concurso de redações. “Tem o aspecto da cultura local. O Ceará é um estado muito presente na questão da Olimpíada, sempre muito participativo. É um estado pequeno, mas sempre temos boas histórias, bons relatos, os textos dos alunos também são muito ricos. É um conjunto de fatores”, explica. Saiba mais Na última edição do concurso, em 2016,, houve 81 mil professores inscritos e milhões de redações concorrendo a medalhas em todo o Brasil.“Começamos a nos perguntar como o professor havia trabalhado para desenvolver aquele texto tão bom. É um programa de formação de professores que usa como estratégia de mobilização a Olimpíada. A ideia é dar luz para boas experiências em sala de aula. Professores são muito criticados e queremos desmistificar isso. Mostrar que temos bons professores no Brasil”, afirma Dianne. Fonte: O Povo
O Ceará já tem 92.752 casos de chikungunya confirmados até o dia 30 de setembro, de acordo com a Secretaria de Saúde do Estado (Sesa). Fortaleza concentra 59% dos casos confirmados: 55.752 casos. Cento e dez pessoas morreram, no Ceará em decorrência da doença, das quais, 89 na capital. Além de Fortaleza, foram registradas mortes em Acopiara, Aracati, Beberibe, Caucaia, Itapajé, Maranguape, Marco, Morada Nova, Pacajus e Senador Pompeu. A taxa de incidência dos casos confirmados de chikungunya para o estado do Ceará é de 1.351,7 casos por 100 mil habitantes. No estado, dos 184 municípios, cerca de 110 apresentaram taxas de incidência bastante elevadas. A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera nível epidêmico quando uma cidade ou região tem mais de 300 casos da doença para cada 100 mil habitantes. General Sampaio, no Norte do Ceará, tem a situação mais crítica no país, com 5.054,8 casos para cada 100 mil habitantes, 16,8 vezes o índice epidêmico da OMS. Também aparecem em situações epidêmicas Acarape (2.174,4 casos/100 mil habitantes), Reriutaba (1.900,6); Caucaia (1.097,8) Maranguape (876,4) e Fortaleza (680,6). Sintomas Transmitida pelo mesmo vetor da dengue e da zika - o mosquito Aedes Aegypti - a infecção pelo chikungunya causa dores terríveis não apenas durante os dias em que o vírus está circulando no corpo da pessoa que o contraiu, mas por muito tempo depois da "cura". Em seus primeiros dez dias, os sintomas costumam ser febre, fortes dores e inchaço nas articulações dos pés e das mãos. Em alguns casos, ocorrem também manchas vermelhas no corpo. Mas mesmo com o fim da viremia - período em que o vírus circula no sangue - a dor e o inchaço causados pela doença podem retornar ou permanecer durante cerca de três meses. De acordo com especialistas, em cerca de 40% dos casos, os sintomas tornam-se crônicos e podem permanecer por anos. Entre as sequelas da doença, são apontadas inflamação crônica nas juntas, dormência nos membros, câimbras e dificuldades de caminhar, doenças reumatoides, como a artrite. Além disso, também pode desestabilizar doenças cardíacas, problemas renais e diabetes. Fonte: G1/CE