Educadora 950

Educadora 950

 A Rádio da Família Cristã

Devido à baixa procura pela vacinação, o Ministério da Saúde (MS) prorrogou mais uma vez a data para o encerramento da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que dessa vez está marcada para encerrar na próxima sexta-feira (22/06). Em todo o país, apenas os estados do Amapá, Ceará e Goiás conseguiram atingir a meta de 90%.

A meta do MS era imunizar 54,4 milhões de pessoas até essa sexta-feira (15/06). Segundo dados coletados no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI), o Brasil só conseguiu imunizar 77% das pessoas do grupo prioritário.

Segundo o Ministério da Saúde, o número de casos de morte por influenza mais que dobraram em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2018, foram registrados 2.715 casos de Influenza, mais que o dobro do mesmo período do ano passado (1.227). Consequentemente as mortes também dobraram, são 446 óbitos neste ano e apenas 204 em 2017.

SOBRAL

De acordo com o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI), o município de Sobral já imunizou 95,58%, uma porcentagem que corresponde em números absolutos a 41.189 sobralenses, pertencentes aos grupos prioritários formados por idosos, crianças, gestantes, indígenas, pessoas com doenças crônicas e profissionais da saúde. O município continua superando a média nacional e estadual.

A maior adesão foi entre os trabalhadores da saúde, seguido pelos idosos que atingiram 95,50%, o que representa 16.184 pessoas com 60 anos ou mais vacinadas em Sobral. As crianças entre seis meses e menores de cinco anos respondem pela terceira maior adesão à campanha, com 91,61%, ou seja, mais de 12 mil crianças.

Fonte: Prefeitura de Sobral

O Ceará voltou a receber chuvas em pelo menos 50 municípios após nove dias, segundo dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Última vez que o estado havia recebido chuvas em mais de 40 cidades foi no dia 9 de junho.

De acordo com a Funceme nas últimas 24 horas choveu até as 12h20 em 50 cidades do estado. Maior registro de precipitação ocorreu em Beberibe (Litoral-Leste) com 31 milímetros. Em seguida aparecem Fortim com 27 milímetros e Maracanaú com 26 milímetros.

10 maiores chuvas por posto no dia:

 

  1. Beberibe (Posto: Lagoa Funda) : 31.0 mm
  2. Fortim (Posto: Fortim) : 27.0 mm
  3. Maracanaú (Posto: Maracanau) : 26.0 mm
  4. Pacajus (Posto: Pacajus) : 26.0 mm
  5. Maranguape (Posto: Tanques) : 25.0 mm
  6. Horizonte (Posto: Horizonte) : 24.5 mm
  7. Deputado Irapuan Pinheiro (Posto: Betania) : 20.0 mm
  8. Pacatuba (Posto: Pacatuba) : 18.8 mm
  9. Itaitinga (Posto: Seman) : 17.3 mm
  10. Cruz (Posto: Cruz) : 17.0 mm

 

 

Quadra chuvosa em torno da média

 

As precipitações da estação chuvosa de 2018 ficaram em torno da média no Ceará. De acordo com a Funceme, choveu 659 milímetros entre fevereiro e maio, acréscimo de 9,7% em relação a 2011.

Meses mais chuvosos segundo estudo da Funceme:

 

  • Abril: 211,1 milímetros.
  • Fevereiro: 187,9 milímetros.
  • Março: 120,8 milímetros.
  • Maio: 61,5 milímetros.

 

Regiões mais beneficiadas com as precipitações:

 

  • Litoral Norte: 885,3 milímetros.
  • Litoral de Fortaleza: 780,9 milímetros.
  • Maciço de Baturité: 705,7 milímetros.
  • Ibiapaba: 680,2 milímetros.
  • Região do Cariri: 669,3 milímetros.

 

Menores médias da quadra chuvosa:

 

  • Litoral do Pecém: 633,8 milímetros.
  • Macrorregião Jaguaribana: 603,8 milímetros.
  • Sertão Central e Inhamuns: 463,7 milímetros.

 

 

Fatores que influenciaram a estação chuvosa

 

De acordo com a Funceme, o quadro observado reflete, de certa forma, o prognóstico divulgado em janeiro de 2018, que, indicou maior probabilidade de precipitações acima da média.

A presença de águas resfriadas no Oceano Pacífico equatorial entre os meses de fevereiro e abril, o que caracteriza um fenômeno La Niña, favoreceram a ocorrência de chuvas no Ceará, no primeiro trimestre de 2018.

Daqui há pouco mais de dois meses Dublin, na Irlanda, vai sediar o 9º Encontro Mundial das Famílias. O evento que acontece de 22 a 26 de agosto terá como tema “O Evangelho da família, alegria para o mundo”.

“A família é para o Papa Francisco e é para todos nós um dom, um motivo de grande alegria e é também uma boa, destaca o bispo da Diocese de Osasco (SP) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e Família da CNBB, Dom João Bosco Barbosa de Sousa.

O Encontro Mundial das Famílias foi idealizado pelo Papa São João Paulo II em 1992 e acontece a cada três anos. O objetivo é “celebrar o dom divino da família” e aprofundar a “compreensão da família cristã como Igreja doméstica e unidade básica de evangelização”.

Momento de partilha e reflexão

Estão sendo esperados em torno de 15 a 20 mil participantes do mundo inteiro porque esse encontro tem uma grande repercussão na Igreja e nas famílias do mundo inteiro pois é um tema amplo que será trabalhado em diversas palestras, seminários e oficinas de trabalho em diversos idiomas.

Para Dom João, este encontro deverá trazer reflexões que haverão de ser trabalhadas depois nas diversas Conferências Episcopais, nos diversos regionais, nas dioceses e paróquias e comunidades de forma muito rica.

O Papa Francisco em carta enviada ao cardeal Kevin Farrell, Prefeito do Dicastério para os Leigos, Família e Vida diz: “Na verdade, desejo que as famílias tenham um modo de aprofundar a sua reflexão e a partilha do conteúdo da Exortação apostólica pós-sinodal Amoris Laetitia”.

Brasil se prepara

No Brasil, a Igreja já vem se preparando desde que o tema do encontro e algumas indicações do que seria importante refletir foi divulgado pelo Vaticano. A temática foi assunto da Semana Nacional da Família, das publicações como a Hora da Família e também da revista Vida e Família da CNBB. Além disso, também foi debatido nos encontros dos regionais da Pastoral Familiar no Brasil.

“A gente sabe que o tema é muito amplo, a família sempre volta nos discursos do papa Francisco de modo que isso enriquece profundamente a preparação de todos para este evento”, ressalta Dom Bosco.

Do Brasil, além das famílias que se inscreveram, estarão presentes o presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e Família da CNBB, Dom João Bosco Barbosa de Sousa, o assessor nacional da comissão, padre Jorge Alves Filho e o casal coordenador nacional da Pastoral Familiar, Luiz Zilfredo Stolf e Carmen Rodrigues Stolf.

Indulgência

Os fiéis que participarem do encontro receberão do Papa Francisco o dom da indulgência. O decreto divulgado pela Penitenciaria Apostólica explica que que a indulgência plenária será concedida “às condições usuais (confissão sacramental, comunhão eucarística e orações de acordo com as intenções do Santo Padre) aos fiéis que, com a alma desapegada de qualquer pecado, participarão devotadamente de alguma função ‘durante o Encontro’”, na presença do Papa.

Segundo o documento, os fiéis que não puderem participar do evento também poderão obter a indulgência nas condições citadas se, “espiritualmente unidos aos fiéis presentes em Dublin, recitarem o Pai Nosso, o Credo e outras orações devocionais para invocar da Divina Misericórdia os propósitos indicados acima, especialmente quando as palavras do Pontífice forem transmitidas na televisão e no rádio”.

O Encontro Mundial das Famílias de 2018 terá exposições, eventos culturais e concertos por toda a cidade, além de ações solidárias. No dia 26 de agosto, haverá uma Missa Solene presidida pelo Papa Francisco o Phoenix Park.

Fonte: Canção Nova

Neste sábado (16), ocorreram os dois jogos da volta das semifinais do Campeonato Cearense Série B. No primeiro confronto do dia, o Guarany de Sobral empatou sem gols com o Caucaia no Junco. Em seguida, foi a vez de Barbalha e Icasa se enfrentarem no Inaldão. O Barbalha venceu por 3 a 1. O juiz terminou o jogo aos 43 minutos do segundo tempo por falta de segurança.

No jogo de ida entre Caucaia e Guarany de Sobral, os times empataram sem gols. Já na partida entre Icasa e Barbalha, o placar ficou em 1 a 1. Portanto, as equipes do Guarany de Sobral e do Barbalha estão classificadas para a final do Cearense Série B.

Fonte: Sobral Online

A Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria da Cultura, Juventude, Esporte e Lazer (Secjel), realizará, no sábado (23/06), a reabertura do anfiteatro da Marquem Esquerda. Para marcar o momento, Sobral recebe a turnê internacional de Iseo & Dodosound, em apresentação única no nordeste. A programação inicia a partir das 20 horas e contará com show de abertura da banda sobralense Dona Lili.

O projeto musical de Iseo & Dodosound nasceu como um lugar de encontro entre os dois artistas pamploneses com passados ​​musicais bem diferentes. Eles começam sua jornada em 2014, criando um híbrido de suas duas bagagens e influências, dando lugar para uma explosão criativa que nos transporta para novos e inexplorados horizontes musicais. Desde 2017 participam dos atuais festivais de música da Europa, especialmente na França, onde chamam atenção pela proposta alternativa. 

Fonte: Blog de Sobral

Sexta, 15 Junho 2018 12:37

Festa do Sagrado Coração de Jesus

Festejos do Sagrado Coração de Jesus são iniciados nas Paróquias e Capelas da Diocese de Sobral

A Igreja no mundo todo celebra a Festa do Sagrado Coração de Jesus na sexta-feira da semana seguinte à Festa de Corpus Christi. O coração de Jesus aparece na bíblia como símbolo do amor de Deus.

“Mas um dos soldados abriu-lhe o lado com uma lança e, imediatamente, saiu sangue e água.” (Jo 19,34). A Liturgia explica que quando o Coração Divino foi aberto, foi derramado sobre nós grandes graças e de misericórdia”. Jesus é amor e o seu Coração é o símbolo desse Amor. Assim a Festa do Sagrado Coração de Jesus, encerra uma conjunto de grandes Festas (Páscoa, Ascensão, Pentecostes, Santíssima Trindade, Corpus Christi).

Devoção

Fonte (Site CNBB)

A devoção ao Sagrado Coração teve início com São João Eudes e Santa Margarida Maria de Alacoque, no século XVII, embora a devoção remonte aos séculos XIII e XIV, com a primeira aprovação pontifícia no século seguinte. No ano 1856 o Papa Pio IX estendeu a festa a toda a Igreja e em 1928 o Papa Pio XI concedeu à devoção a máxima categoria litúrgica, de solenidade.

Na Diocese

Jesus acolhe a todos, com seu coração manso e repleto de humildade, restitui em nós a dignidade e a alegria de viver. Seguindo o exemplo de Jesus, as diversas Paróquias, Áreas Pastorais e Capelas da Diocese de Sobral iniciam neste mês de junho a Festa em honra ao Sagrado Coração de Jesus e todos nós somos convidados para expor a alegria de sermos amados e purificados com a graça que jorra do Coração de Jesus.

Acompanhe aonde está acontecendo a Festa do Sagrado Coração de Jesus e sua programação;

Paróquia Sagrado Coração de Jesus (Sobral – CE)

Pré Festa

Dia 12 – Alto da Brasília e Paraíso das Flores

Dia 13- residencial Meruoca ( residencial Meruoca, Nossa Senhora das Graças e Nossa senhora da Assunção)

Dia 14- Bom Pastor, Nossa senhora Aparecida e Nossa Senhora do Carmo.

Dia 15- Praça da fábrica Coelho.

Dia 19- Praça do pirulito

Dia 20- Momento de espiritualidade sobre o coração de Jesus as 19h na matriz

Dia 2-  Motocarreata saindo da matriz

Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Meruoca – CE)

3 a 10 de Junho

Dia 03 – Abertura da Festa

A festa inicia todos os dias com a novena (18h:30min), celebrações da palavra ou Santa Missa sempre as 19 horas.

Paróquia Nossa Senhora da Piedade (Coreaú – CE)

15 a 24 de Junho

Tema “Coração de Jesus, inspira-nos a ser sal da terra e luz do mundo”

Celebrações sempre às 19h

Fonte: Correio da Semana

Buenos Aires – A Conferência Episcopal Argentina (CEA) reconheceu que a aprovação nesta quinta-feira na Câmara dos Deputados do projeto que descriminaliza o aborto “dói” e reiterou a “necessidade” de diálogo no Senado, onde a iniciativa será tratada.

“A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de descriminalização do aborto. Nos dói como argentinos esta decisão”, começa o texto da Comissão Executiva da CEA, em nota enviada à imprensa.

De acordo com os bispos, a dor e a exclusão dos inocentes pelo esquecimento deve se transformar em força e esperança, para seguir lutando pela dignidade de toda vida humana.

“Continuamos defendendo a necessidade de que o debate legislativo continue e que exista diálogo”, segue o texto, que destaca que a situação das mulheres frente a uma gravidez inesperada, a exposição à pobreza, a marginalização e a violência sexual, permanecem sem solução.

“Simplesmente foi somado outro trauma, o aborto. Continuamos chegando tarde”, ressalta.

A iniciativa, que foi promovida pela Campanha Nacional pelo Direito ao Aborto Legal, Seguro e Gratuito, foi aprovada, com 129 votos a favor, 125 contra e uma abstenção.

Os favoráveis à descriminalização destacam que se trata de “uma questão de saúde pública”, por causa dos cerca de 500 mil abortos clandestinos realizados todos os anos na Argentina, principal causa de morte materna em 17 das 24 províncias do país.

“Temos a oportunidade de encontrar soluções novas e criativas para que nenhuma mulher tenha que fazer um aborto”, diz o texto dos bispos, que defendem que o Senado é o lugar onde são elaborados “projetos alternativos” que podem responder às “situações conflituosas” para reconhecer “o valor de toda vida e o valor da consciência”.

No comunicado, eles admitem “fraquezas” no trabalho pastoral, como a educação sexual integral nas instituições educativas da Igreja, o reconhecimento mais pleno da dignidade comum da mulher e do homem, e o acompanhamento de mulheres que são expostas ao aborto ou que viveram “tal trauma”.

“Todos esses são apelos da realidade que nos convoca a uma resposta como Igreja. Com humildade e coragem, nos propomos a continuar trabalhando no serviço e no cuidado da vida”, conclui a nota.

Fonte: EXAME

A campanha de vacinação contra a gripe será encerrada na próxima sexta-feira (15) em todo o país. Dados do Ministério da Saúde mostram que 13 milhões de pessoas que fazem parte do público-alvo ainda precisam ser imunizadas. A expectativa da pasta é vacinar 54,4 milhões de pessoas até o final da campanha.

Devem receber a dose crianças de 6 meses a menores de 5 anos, idosos a partir de 60 anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais também devem ser imunizadas. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle de doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem procurar os postos em que estão registrados.

Cobertura

Até 7 de junho, foram vacinadas 41,2 milhões de pessoas contra a gripe. O público com maior cobertura é o de puérperas (86,7%), seguido pelos idosos (86,6%), professores (85,4%) e indígenas (81,7%). Entre os trabalhadores de saúde, a cobertura ficou em 79,7,6% e gestantes 62%. O grupo com menor índice de vacinação foram as crianças, entre seis meses e cinco anos, a cobertura é de apenas 57,5%.

Fonte Sobral Online

Na noite desta quinta-feira (14/06), foi realizada, no auditório da Prefeitura, a solenidade de assinatura dos Termos de Compromisso dos jovens selecionados no Projeto Bolsa Atletas de Sobral. O projeto, voltado para jovens de 15 a 29 anos, concederá uma Bolsa-Auxílio durante 6 meses. Ao todo, serão 100 bolsas divididas em duas categorias: nível I, com foco em formação de novos atletas e participação (R$ 200,00); e nível II, com foco no rendimento esportivo em competições (R$ 400,00). Na ocasião, parte dos jovens contemplados estavam acompanhados pelos pais ou adultos responsáveis.

O prefeito Ivo Gomes se mostrou entusiasmado por mais um encontro com os jovens. “Eu estou muito feliz de estar aqui hoje com vocês, realizando um sonho meu, não é de vocês não, um sonho meu que é ajudar um pouco as juventudes de Sobral a ter uma melhor qualidade de vida, se desenvolver na sua integralidade (...). Eu estou feliz porque estou cumprindo uma promessa de campanha, que era priorizar as juventudes de Sobral. Priorizar não quer dizer dar exclusividade, obviamente um prefeito de uma cidade com 208 mil habitantes, um município pobre, em um estado pobre, de uma região pobre, em um país pobre e injusto, como é o Brasil, a gente está aqui fazendo um esforço sobre-humano para garantir que as nossas juventudes tenham oportunidades”, afirmou Ivo Gomes.

Aulus Lúcius, gerente de atividades físicas e de lazer da Secretaria da Cultura, Juventude, Esporte e Lazer, elogia a iniciativa nunca vista por ele nos 18 anos que trabalha envolvido com atividades físicas em Sobral. “A Prefeitura está sendo inovadora nesse processo, incentivando de forma financeira esses jovens a darem continuidade a suas práticas esportivas: comprarem suplementos alimentares, comprarem materiais como chuteira, tênis, pagarem academia, comprar alguns medicamentos, bancarem viagens para campeonatos e competições. Então esse recurso vai poder ser utilizado de várias formas por eles, sendo ligado diretamente à promoção do esporte”, disse Aulus.

Moradora do Sinhá Saboia, pela primeira vez Keylany Macedo está sendo beneficiada por uma bolsa. “Com o bolsa Atleta eu vou poder comprar minhas meias de compressão, short, GPS, pra mim poder correr e marcar minha quilometragem. Vai desenvolver muito os meus treinamentos do dia a dia e estou tendo essa oportunidade aqui em Sobral, não sou natural de Sobral, sou natural de Campos Sales, mas estou há 6 anos em Sobral e depois que cheguei aqui a minha vida como atleta mudou muito, tive mais oportunidades e vai me ajudar muito esse Bolsa Atleta”, disse a atleta de 29 anos, que voltou a praticar corrida depois da doação de um tênis. Além de correr, Keylany também joga futebol.

O momento contou ainda com a presença do ex-atleta olímpico cearense Márcio Araújo, campeão mundial de vôlei de praia em Berlim (2005) e medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. Márcio se mostrou surpreso com a inciativa da Prefeitura de Sobral. “Se eu não estiver errado, é o primeiro município do Estado do Ceará a desenvolver o Bolsa Atleta, do próprio município, com recursos do município, e isso é fantástico, é incrível, é pioneiro. Realmente parabenizo a iniciativa da Prefeitura, do prefeito, do secretário (...). Para mim, foi uma surpresa muito boa e queria muito ser surpreendido por outros gestores com essa visão, de poder transformar e dar oportunidade para a vida dos jovens”, disse Márcio.

Fonte: Prefeitura de Sobral

Cerimônia de abertura aconteceu no Estádio Luzhniki, em Moscou, às 11h30, horário de Brasília

 

Começa nesta quinta-feira, 14, a Copa do Mundo da Rússia 2018. Com a cerimônia de abertura marcada para às 11h30, horário de Brasília, no Estádio Luzhniki, em Moscou, a seleção russa entra em campo tendo como rival a Arábia Saudita. Nesta, que é a 21° edição do mundial, participarão ao todo 14 seleções da Europa, cinco da Ásia, cinco da África, e oito das Américas.

Classificados desde outubro de 2017, as seleções da Rússia (país anfitrião), Brasil, Irã, Japão, México, Bélgica, Coreia do Sul, Arábia Saudita, Alemanha, Inglaterra, Espanha, Nigéria, Costa Rica, Polônia, Egito, Islândia, Sérvia, França, Portugal, Argentina, Colômbia, Uruguai, Panamá, Senegal, Marrocos, Tunísia, Suíça, Croácia, Suécia, Dinamarca, Austrália e Peru já desembarcaram no país-sede e aguardam o início da fase de grupos.

Em dezembro do ano passado, por meio de um sorteio, foram formados os oito grupos que compõem o mundial. Denominados por letras (da letra A até a letra H), cada grupo é composto por quatro seleções e já têm seus enfrentamentos definidos. O Brasil, que integra o grupo E do mundial, terá seu jogo de estreia no domingo, às 15h, contra a Suíça.

Ao todo, o torneio soma a participação de setecentos e trinta e seis jogadores, sendo 23 por seleção. Além da rotatividade de participantes da Copa do Mundo da Rússia, duas das seleções classificadas são novas no torneio: Islândia e Panamá. A novidade fez aumentar o número de seleções que já disputaram o mundial, de 77, para 79. 

O único país presente em todas as edições da Copa do Mundo, o Brasil é também a seleção que mais coleciona vitórias no mundial, somando 5 títulos. Se o título deste ano for conquistado pela Alemanha – campeã na copa de 2014 – , a seleção se igualará ao Brasil no número de títulos mundiais.

Conhecida como o maior país a sediar o evento, a Rússia foi escolhida em 2010 pela Federação Internacional de Futebol (Fifa) como a cidade-sede do mundial de 2018. Segundo informações do Comitê Organizador Local (COL), para receber a grande competição, o país obteve um gasto total de US$ 11 bilhões. O valor utilizado para o evento superou o gasto do Brasil na Copa de 2014.

A Rússia disponibilizará 12 estádios para os jogos da Copa 2018, destes, metade teve as obras concluídas neste ano. O Estádio de Moscou, Luzhniki, receberá o jogo final do mundial, enquanto a semi-final será no Estádio de São Petersburgo.