Educadora 950

Educadora 950

 A Rádio da Família Cristã

Foi divulgada nesta terça-feira (25), a lista dos estudantes que renovaram a matrícula nos cursos de Inglês e Espanhol no Palácio de Ciências e Línguas Estrangeiras. O período de ajuste dos horários de aula deverá ser feito no Palácio de Ciência de Línguas, até o dia 28 de agosto, no horário das 7h às 11h e das 13h às 17h.

A listagem dos alunos novatos será divulgada no dia 4 de agosto no blog da Secretaria da Educação de Sobral (http://seducsobral.blogspot.com.br). As aulas terão início no dia 8 de agosto. O teste de nível oferece 450 vagas para os cursos de Inglês (334 vagas) e Espanhol (116 vagas) e a prova será realizada no dia 5 de agosto, às 9h e às 15h.

Fundado há 17 anos, o Palácio de Ciências e Línguas Estrangeiras é vinculado à Secretaria da Educação de Sobral e atende cerca de 2 mil alunos nas turmas de Inglês, Espanhol e Informática, por semestre, além de dispor de laboratórios de biologia, química e física para aulas práticas das escolas municipais de Sobral. Mais de 55 mil jovens já foram beneficiados pelos diversos cursos ofertados pelo equipamento, que funciona das 7h às 21h30, localizado na Rua Coronel Rangel Barbosa, 55 - Centro.

- Matrículas renovadas em Inglês https://goo.gl/5PGpQi 
- Matrículas renovadas em Espanhol https://goo.gl/GhBHwU

Fonte: Blog de Sobral

Segunda, 24 Julho 2017 10:10

Guarany perde para o Globo no Junco

O Guarany de Sobral perdeu o primeiro jogo das oitavas de final da Série D do Brasileirão de ontem, no Estádio do Junco, por 1x0 para o Globo/RN.

Em partida movimentada e sem torcida, o Cacique do Vale pressionou, teve mais posse de bola e marcou o adversário no campo defensivo, o que acabou gerando várias oportunidades de gol, mas acabou esbarrando na bela atuação de Rafael que fechou o gol. No segundo tempo, em um contra-ataque, Romarinho ao cabeceou firme e fez o único gol da partida.

O jogo da volta será no próximo domingo, 30, no Estádio Barretão. O Cacique precisa vencer por dois gols de diferença para se classificar.

 
Fonte: O Povo
Segunda, 24 Julho 2017 09:53

Caçadores mantém 100% de aproveitamento

O Ceará Caçadores volta de Campina Grande (PB) com dever cumprido. A equipe superou o Tropa Campina (PB) por 24 a 0, no sábado, 22, em partida disputada no Estádio Almeidão. Com o resultado, o time cearense se consolidou na liderança da Conferência Nordeste e manteve o 100% de aproveitamento.

O triunfo foi garantido ainda no primeiro tempo, quando os Caçadores fecharam a parcial com 22 a 0 no placar. Na etapa final, o time diminuiu o ritmo, fazendo apenas dois pontos. O presidente dos Caçadores, Bruno Rocha, ressaltou a vitória do time fora de casa. “Vencemos um time bem treinado, com um ótimo potencial e sempre é muito bom voltar para casa com uma boa vitória, pois as viagens são desgastantes”, comentou.

“Foi uma partida tranquila em que dominamos a primeira metade do jogo, explorando bem as nossas jogadas aéreas. No segundo tempo, não conseguimos manter o ritmo do primeiro, mas nossa defesa segurou o 0 no placar. Também foi muito bom para fazer alguns testes táticos”, acrescentou.

O retorno dos Caçadores aos seus domínios ocorre no dia 6 de agosto. A equipe do Estado enfrenta o Bulls Potiguares no Presidente Vargas pela Conferência Nordeste.

Fonte: O Povo

ma quadrilha armada atacou a tiros Delegacia do Bairro Antônio Bezerra, em Fortaleza, na noite deste domingo (23) durante uma tentativa de resgate de presos. Três homens foram capturados e cinco armas apreendidas após o crime.

Conforme o cabo Braga, da Polícia Militar, o ataque à delegacia ocorreu por volta das 23h. Cerca de 12 homens chegaram em três carros e atiraram diversas vezes contra a fachada da unidade policial. A porta e as janelas de vidro da delegacia ficaram destruídas. Marcas de bala também ficaram pelas paredes do local.

No momento do tiroteio, dois escrivães da Polícia Civil e outros civis estavam no interior do prédio. Eles conseguiram se proteger e não foram atingidos. Os criminosos fugiram em seguida sem conseguir resgatar nenhum dos detentos.

 
Portas e janelas foram destruídas durante o ataque. (Foto: Wannyfer Monteiro/TVM)Portas e janelas foram destruídas durante o ataque. (Foto: Wannyfer Monteiro/TVM)

Portas e janelas foram destruídas durante o ataque. (Foto: Wannyfer Monteiro/TVM)

Equipes da Força Tática de Apoio da PM foram acionadas e realizaram busca pelo bairro durante a noite. Três homens foram presos logo em seguida em prédio abandonado numa comunidade do Antônio Bezerra. Com eles, os policiais apreenderam cinco armas de fogo, sendo uma pistola e quatro revólveres calibre 38. O restante do grupo conseguiu escapar.

"O poder fogo do grupo era muito grande, tendo em vista a tentativa de resgate. Além disso, há informações de que eles queriam matar um outro preso daqui devido uma rixa entre facções rivais. Felizmente conseguimos realizar as prisões e nada de mais grave aconteceu", comento o cabo da PM.

A polícia informou ainda que continua investigando o caso e realiza buscas pela região para tentar localizar os demais envolvidos que conseguiram fugir.

Fonte: G1/CE

Cumprindo mais uma promessa de campanha do prefeito Ivo Gomes, a partir desta quinta-feira (20/07), os usuários do Centro de Saúde da Família (CSF) Doutor Grijalba José Mendes Carneiro, no bairro Coelce, passarão a ser atendidos em novo horário, das 7h às 19h. Este é o primeiro CSF do município com atendimento ampliado.

Segundo o secretário da Saúde, Gerardo Cristino, a partir dos próximos meses os outros centros de saúde também terão seus horários de atendimento ampliados. “O próximo CSF que irá ter atendimento ampliado será o do bairro Junco ou Expectativa. Estamos estudando e em breve a população ganhará mais esse serviço”, pontuou.

Atendimento

O paciente, ao chegar no CSF, será acolhido pela equipe da Estratégia de Saúde da Família e direcionado ao atendimento. Nos casos de demandas espontâneas, o usuário passará por uma avaliação com classificação de risco e, em seguida, seguirá para o atendimento necessário.

Fonte: Blog de Sobral

O prefeito de Sobral, Ivo Gomes, esteve reunido, na tarde desta sexta-feira (21/07), com o Secretário da Infraestrutura do Ceará, Lucio Gomes, para tratar sobre o valor da passagem do VLT de Sobral. Na reunião, o prefeito acertou com o Estado que a Prefeitura subsidiará a passagem, que cairá para R$ 1,00 a partir de agosto. 

Na primeira semana do próximo mês, quando o parlamento municipal voltará às suas atividades, o prefeito vai enviar o projeto de lei pra Câmara de Vereadores a fim de que o acordo seja aprovado.

"Apesar do VLT ser de competência e de propriedade do Estado, desde que assumi a Prefeitura de Sobral, estava buscando soluções para o barateamento da passagem. Esta é a contribuição da Prefeitura para que a gente inicie um novo tempo em relação ao transporte coletivo no nosso município. O próximo passo, baseado no que as cidades modernas mundo afora apostam, é implantar um sistema eficiente de ônibus na cidade, integrado ao VLT", destacou Ivo Gomes.

Plano de Mobilidade Urbana

A estratégia de subsidiar o valor da passagem do VLT está dentro do que prevê o Plano de Mobilidade Urbana, que em agosto realiza sua terceira e última audiência pública. Na primeira etapa do processo foi realizada a análise e o diagnóstico da cidade, por meio da presença in loco de técnicos da área, que conheceram a cidade e perguntaram como as pessoas se deslocam para ir ao trabalho ou a escola, a que hora do dia, se possuem algum transporte, entre outras perguntas.

Após o resultado do relatório obtido pela empresa IDOM, contratada para elaborar o Plano de Mobilidade Urbana de Sobral, o objeto entrou no processo de definições sobre o que o município necessita para melhor atender a população fixa e flutuante. Com a apreciação da população do relatório final, através de três audiências públicas, o plano passará pelo processo de implementação e apreciação da minuta de Lei na Câmara Municipal de Vereadores. O Plano de Mobilidade Urbana é uma realização da Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria das Cidades do Ceará.

Fonte: Blog de Sobral

O confronto diante do Goiás, hoje, às 21h30min, no Castelão, é mais uma oportunidade para o Ceará se aproximar ou entrar no G-4 na Série B do Campeonato Brasileiro.

Apenas com a 11ª melhor campanha da Série B como mandante, com três vitórias, dois empates e duas derrotas, o Alvinegro precisa do três pontos para chegar aos 25 e torcer por uma combinação que o faça subir o maior número de posições. Atualmente em 8º lugar, dependendo dos resultados — Vila Nova x Internacional, CRB x Guarani e Londrina x Náutico, todos amanhã —, pode terminar a 16ª rodada no 4º posto.

Ciente da importância da partida, que pode fazer o time engrenar na competição, a diretoria do Ceará resolver fazer promoção no preço das entradas, a partir de R$ 20. A expectativa de público é de, pelo menos, 15 mil pagantes.

MESMA FÓRMULA

O empate fora de casa contra o Guarani-SP, líder da Segundona, foi considerado positivo, apesar da possibilidade real de ter saído do Brinco de Ouro com três pontos. Por isso, o técnico Marcelo Chamusca deve manter o time. No treino de apronto, realizado ontem, Rafael Rafael Pereira até que figurou no time de cima, mas porque Luiz Otávio fez trabalho na academia, mas o segundo deve se manter como titular, assim como Valdo.

Entre os volantes, Pio se mantém, não só pelo gol que fez na partida passada, mas também porque Richardson segue no Departamento Médico.

Do DM saíram os atacantes Magno Alves e Roberto. Ambos foram relacionados para a partida, mas treinaram no time reserva.

ADVERSÁRIO

De técnico novo, Argel Fucks, que assumiu após a queda de Sílvio Criciúma na quarta-feira passada, após derrota para o Londrina, o Goiás tenta se afastar da zona da zona de rebaixamento. O clube tem apenas 17 pontos, ocupa o 15º lugar e perdeu quatro das últimas cinco partidas, mesmo sendo dono de um dos maiores orçamentos da Série B.

Para o jogo de hoje, Júnior Viçosa, recém-contratado, deve fazer sua estreia. Léo Gamalho, recuperado de contusão, também está à disposição, assim como Willians, Elyeser e Ivan, que cumpriram suspensão automática. (Colaborou Fernando Graziani)

 

BRASILEIRO SÉRIE B 2017

CEARÁ

TÉCNICO: MARCELO CHAMUSCA

4-2-3-1: Everson, T. Cametá, Valdo, Luiz Otávio, Romário; Raul, Pio; Pedro Ken, Ricardinho, Cafú; Elton

 

GOIÁS

TÉCNICO: ARGEL FUCKS

4-4-2: Marcelo Rangel, Tony, Alex Alves, Matheus Ferraz, Carlinhos; Pedro Bambu (Elyeser), Willians, Andrezinho, Tiago Luís; Júnior Viçosa (Michael), Gustavo

Local: Castelão, Fortaleza-CE

Data: 21/7/201

Horário: 21h30min

Árbitro: Cleisson Veloso Pereira (MG)

Assistentes: Marconi Helbert Vieira (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG)

Ingressos: R$ 20 (superior), R$ 30 (inferior central), R$ 120 (cadeira premium)

Transmissão: Premiere, Rádio O POVO/CBN (AM 1010 FM 95.5). Tempo real: opovo.com.br/esportes

Fonte: O Povo

O governador Camilo Santana sancionou, nesta quinta-feira (20), em solenidade no Palácio da Abolição, a Lei que institui a implantação de Tempo Integral nas Escolas de Ensino Médio como política pública pública no Ceará. Com a nova legislação, está garantida a oferta da jornada diária de 7 a 9 horas, ou no mínimo 35 horas semanais, nas 71 unidades com o regime em funcionamento e para as próximas que vierem a ser criadas na rede pública estadual. Também participaram do evento a vice-governadora, Izolda Cela, e o secretário da Educação, Idilvan Alencar.

 

Camilo Santana destaca que a Lei tem a finalidade de garantir o compromisso desta e das futuras gestões estaduais com a criação e conversão de Escolas Estaduais em Tempo Integral, mantendo assim o desenvolvimento da Educação no Estado e o ritmo de mais oportunidades de aprendizagem para os alunos.

 

170720_LEI_ESCOLA_TI_MVS2301_web.jpg

 

"O objetivo da lei é transformar a ação em uma política pública de Estado. Independentemente dos governos futuros que essa seja uma ação de governo. Com o tempo integral, os alunos passam o dia na escola, fazem as três refeições, tem acesso às disciplinas normais do Ensino Médio e a aulas de extensão, e também podem praticar esportes. Isso é uma grande política não só de dar oportunidade para os nossos jovens cearenses, mas também uma política de proteção. Estamos falando de Segurança, de Saúde, do futuro de gerações que vão representar o Ceará, portanto é importante que se garanta essas ações como política permanente", afirma o governador.

 

Representando a Assembleia Legislativa, acompanharam o ato de assinatura os deputados estaduais Evandro Leitão, Jeová Mota e Dra. Silvana.

 

Tempo integral no Estado

 

No Ceará, foram implantadas em 2016 as primeiras 26 escolas de Ensino Médio em Tempo Integral da rede pública estadual. Em 2017, com a criação de mais 45 unidades, o número foi ampliado para 71. Somadas às Escolas Profissionalizantes em Tempo Integral (116), o Estado conta hoje com 187 escolas que cumprem a jornada prolongada.

 

Atualmente 31 municípios apresentam Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral no Estado - das 71 unidades, 27 estão localizadas em Fortaleza. A média aponta que uma em cada quatro escolas públicas estaduais já cumpre o regime.

 

Titular da Secretaria da Educação (Seduc), Idilvan Alencar pontua que, a partir da sanção da nova Lei, o Governo do Ceará entra em novos estágios de difusão do Tempo Integral. Serão traçados, por meio de reuniões, planejamentos para potenciais parcerias com institutos e representantes da iniciativa privada, assim como a intensificação da implantação do Tempo Integral em mais municípios do Estado.

 

quadro_rede_estadual_educacao-01.png

 

"Nós vamos ter agora uma reunião exatamente para avaliar os custos e as escolas que estão aptas a ser em tempo integral, pois isso requer investimentos. Nós investimos R$ 108 milhões em 71 escolas. Levamos em consideração estrutura física e localização, e a nossa preferência é colocá-las em áreas vulneráveis, onde a violência é maior estão as grandes candidatas a receber as Escolas em Tempo Integral", detalha.

 

Impacto social

 

As 45 unidades de ensino em tempo integral implantadas em 2017 se distribuem pelos 20 municípios mais populosos do Ceará e atendem cerca de nove mil estudantes. As escolas estão em áreas consideradas mais vulneráveis, priorizando a geração de oportunidades e mais tempo dentro da escola para estudantes expostos a um contexto de mais violência e condições mais precárias de vida.

 

Para a vice-governadora Izolda Cela, tranformar as ações de tempo integral em política do Estado significa assegurar o compromisso governamental não somente com o desenvolvimento educacional do Ceará, mas também diante do combate à violência e geração de oportunidades para a juventude. "O Governo dá um passo importante com essa decisão, pois propõe algo de muita relevância para a polícia educacional do Estado. É uma ação que tem repercussões em diversos aspectos da sociedade como um todo. Toda política, especialmente a da Educação, para que ela tenha chances de resultados, é necessário garantir a sua continuidade. Então temos essa perspectiva de parcerias e agregar forças para manter o compromisso social", explica.

 

Uma escola de Ensino Médio em Tempo Integral tem investimento médio de R$ 1.044.329,40. Já o valor estimado por aluno durante o ano é de R$ 4.900,00. Cada escola oferta uma jornada de sete a nove horas, garantindo três refeições diárias. O currículo é composto por 30 horas semanais de disciplinas da base comum a todos e 15 horas na parte flexível - dez são escolhidas pelos alunos.

 

Avance

 

Durante a solenidade de sanção da Lei, o governador Camilo Santana também destacou a aprovação pela Assembleia Legislativa, na última quarta-feira (19), do documento que institui o Avance - Bolsa Universitário. O novo programa do Governo do Ceará concederá bolsa de R$ 937,00 a alunos que concluíram o Ensino Médio na rede pública e estão matriculados em curso de graduação de instituições credenciadas pelo Ministério da Educação.

 

"Essa é uma política inovadora no Brasil, o Ceará é pioneiro com a a ação, para arantir que esses alunos de baixa renda, muitas vezes sem condições de se manter no início do curso em universidades, tenham o suporte necessário no início da nova etapa", ressalta o chefe do Executivo. Em 2017, 1.000 estudantes serão contemplados com o benefício.

Fonte: Governo do Ceará

As exportações cearenses registraram valor recorde no primeiro semestre de 2017: atingiram US$ 964,8 milhões, o que representou crescimento de 104,1% em relação a igual período do ano passado. O desempenho foi impulsionado principalmente pelo aumento das exportações de produtos metalúrgicos. A análise está no Enfoque Econômico (nº 150/junho/2017), publicado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão do Governo do Ceará. O trabalho já pode ser acessado na página www.ipece.ce.gov.br.

O resultado foi alcançado mesmo tendo o volume de exportação, em junho de 2017, somado US$ 140,6 milhões, significando queda de 31,5% em comparação ao mês imediatamente anterior. Porém, em comparação ao mesmo mês de 2016, aumentaram 79,6%, o que indica clara tendência de crescimento. Já as importações obtiveram uma queda de 49% no primeiro semestre do ano, na comparação com o mesmo período do ano anterior, atingindo o valor de US$ 1,107 bilhão.

O documento do Ipece deixa claro que, em junho de 2016, as importações cearenses tiveram um comportamento atípico, pois nesse mês foi registrada grande importação de máquinas e equipamentos, voltado para a instalação da siderúrgica. Assim, as importações também apresentam tendência de crescimento, mas em 2017 o valor importado vem mostrando um ritmo menos acelerado. As importações de junho de 2017 alcançaram o montante de US$ 176 milhões, apresentando queda de 3 por cento em relação ao mês anterior.

Aliado com o novo patamar das exportações ocorre que a balança comercial cearense está menos deficitária, pois o déficit atual, de US$ 142,6 milhões, foi menor do que o registrado no mesmo período de 2016 (US$ 1,7 bilhão). A corrente de comércio exterior estadual, no acumulado de janeiro a junho de 2017, alcançou o valor de US$ 2 bilhões, tendo registrado queda de 21,7 por cento na comparação com os mesmos meses do ano anterior.

Em consequência dos valores das exportações e importações, o saldo da balança comercial cearense foi deficitário em US$ 35,4 milhões, no mês de junho, resultado inferior ao registrado no mês imediatamente anterior. Já a corrente de comércio exterior cearense, que é a soma dos valores exportados e importados, foi de US$ 316,7 milhões, um pouco abaixo da média de 2017. Esse valor representou uma queda de 18,1 por cento, quando comparada ao mês anterior.

O Enfoque Econômico de junho, elaborado por Ana Cristina Lima Maia, que teve a colaboração de Heitor Gabriel Silva Monteiro, também mostra que, em junho de 2017, a pauta de exportação cearense foi liderada pelos Produtos metalúrgicos, com US$ 50,5 milhões em vendas externas, participando com 36,9 por cento de tudo que o Estado exportou naquele mês. Destaque para Outros produtos semimanufaturados de ferro ou aço não ligado, que correspondeu a 98,5 por cento do total do valor do grupo.

Em seguida estão Calçados e suas partes, com valor de US$ 24,9 milhões, Couros e peles, com US$ 11,8 milhões, Combustíveis minerais, óleos minerais e produtos da sua destilação; matérias betuminosas, com US$11,4 milhões, Castanha de Caju, com US$ 8,8 milhões e Produtos Industriais Alimentícios e Bebidas, com US$8,4 milhões. Esses seis segmentos representaram 84,7por cento de toda a pauta de exportações do Estado.

Veja a publicação aqui.

Placas de aço

 

 _MVS5658_WEB.jpg

 

Nesta quarta-feira (19), mais um marco histórico foi alcançado no Porto do Pecém. Após anos de espera, com a siderúrgica em pleno funcionamento, o total de 2 milhões de toneladas de placas de aço foram embarcadas através do porto cearense com a finalização da operação do navio OLZA, que tem a Polônia como destino.

"Do total, apenas em 2017, a Cearáportos operou 1.403.652,00 tn", destaca o presidente da Cearáportos, Danilo Serpa, sobre a crescente movimentação do produto através do Porto do Pecém. "É um orgulho para o porto começar a atuar no setor siderúrgico e já obter esses resultados. Nos preparamos por muito tempo para movimentar as placas de aço e agora estamos mostrando ao mundo que temos essa capacidade", ressalta.

A operação, coordenada pela Cearáportos e que ocorre embarcando as placas simultaneamente em até dois navios, é realizada através de uma ação conjunta com os operadores portuários presentes no Porto do Pecém, que se prepararam investindo em equipamentos e treinamento da equipe para atender a nova categoria de produtos. "Com a colaboração e esforço de todos os envolvidos conseguimos mais agilidade e qualidade no serviço que estamos oferecendo à siderúrgica", disse Danilo.

As placas de aço, produzidas pela siderúrgica instalada dentro do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), já foram enviadas para mais de 10 países, mas podemos destacar Estados Unidos (37,56%), Turquia (16,61%), Coréia do Sul (9,47%), Itália (9,16%) e Tailândia (7,94%).

A Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) tem a capacidade anual de produção de 3 milhões de toneladas de placas de aço. "Esperamos alcançar este marco de exportações em 2017", finaliza o presidente.

Granéis sólidos

Além das placas de aço, o funcionamento da siderúrgica envolve a movimentação de matéria-prima, que são principalmente o carvão mineral e minério de ferro, que também chegam através de Pecém.

Esse segmento de carga hoje é a mais relevante dentro do terminal portuário, representando 58% de toda a carga movimentada através de Pecém.

 Fonte: Governo do Ceará

aumento do imposto sobre os combustíveis pesará mais no bolso de quem abastece o carro com gasolina. O PIS Cofins incidente sobre a gasolina mais que dobrou, passando de R$ 0,38 para R$ 0,79 por litro. Se a alta de impostos for repassada na íntegra para o consumidor, o litro da gasolina deverá ficar R$ 0,41 mais caro no país.

Também pesa sobre a gasolina a Cide, que é uma contribuição, e custa R$ 0,10 por litro. Na prática, os brasileiros vão pagar R$ 0,89 de imposto por litro de combustível.

A tribuntação sobre o diesel subirá em R$ 0,21 e ficará em R$ 0,46 por litro do combustível. Já a tributação sobre o etanol subirá R$ 0,20 por litro.

O aumento será para as refinarias e importadores e, no caso do etanol, para produtores e distribuidores, e será repassado aos postos.

O anúncio foi feito nesta quinta-feira (20) e visa a equilibrar as contas públicas. O governo também anunciou um contigenciamento de despesas de cerca de R$ 5,9 bilhões.

O aumento da carga tributária sobre o combustível começa a valer nesta sexta (21).

 
Governo anuncia alta de tributos sobre combustíveis (Foto: Ministério da Fazenda )

Repasse para o consumidor

 

A decisão de repassar o aumento de impostos para cada consumidor depende das distribuidoras de combustível, explica o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de São Paulo (Sincopetro), José Alberto Gouveia.

Segundo ele, em geral, elas repassam a alta de impostos para o preço na bomba.

G1 entrou em contato com a Petrobras e com a União da Indústria de Cana de Açúcar (Unica), que representa os produtores de etanol, e aguarda posicionamento.

 

Efeito nas contas públicas

 

De acordo com a equipe econômica, o aumento da tributação sobre os combustíveis irá gerar, durante o restante do ano de 2017, uma receita adicional de R$ 10,4 bilhões para o governo federal.

Com a alta de tributos, o governo quer elevar a sua arrecadação. Já com o bloqueio, pretende reduzir ainda mais os gastos públicos. O objetivo das medidas é cumprir a meta fiscal de 2017, fixada em um déficit (despesas maiores que receitas) de R$ 139 bilhões. A conta não inclui as despesas com pagamento de juros da dívida pública.

A arrecadação neste ano tem ficado abaixo da esperada pelo governo. No ano passado, quando estimou as receitas com impostos e tributos em 2017, o governo previa que a economia brasileira estaria crescendo em um ritmo mais acelerado, o que não ocorreu.

 

Corte no orçamento

 

Com o novo corte, o contingenciamento total na peça orçamentária de 2017 ficará ao redor de R$ 45 bilhões. Essa medida tende a afetar ainda mais os serviços públicos.

Segundo os ministérios da Fazenda e do Planejamento, porém, o valor adicional do bloqueio, de R$ 5,9 bilhões, "deverá ser compensado por receitas extraordinárias que ocorrerão ainda este ano."

Em março, o governo já havia anunciado um corte de R$ 42,1 bilhões no orçamento de 2017, também na tentativa de cumprir a meta fiscal. Depois, liberou parte desses recursos.

 

Com o orçamento apertado e os gastos limitados pela regra do teto, que começou a valer neste ano, o governo já reduziu investimentos e sofre para manter alguns serviços, como emissão de passaportes e policiamento das estradas.

 

Reajustes nos preços

 

A Petrobras mudou recentemente sua política de definição de preços dos combustíveis. As mudanças começaram em outubro do ano passado, quando a empresa passou a definir mensalmente o preço dos combustíveis na refinaria.

Antes disso, a decisão não tinha periodicidade definida e, em alguns momentos, a estatal foi criticada por ceder a pressões políticas na definição de preços.

Neste mês, a estatal passou a definir diariamente os preços cobrados pelo litro do diesel e da gasolina nas refinarias.

Além do preço praticado na refinaria, também influenciam o preço na bomba a carga tributária e a margem de lucro das distribuidoras de combustível.

Nas últimas seis semanas, o preço médio da gasolina no país caiu, de acordo com levantamento da Agência Nacional de Petróleo (ANP).

Fonte: G1