Educadora 950

Educadora 950

 A Rádio da Família Cristã

Segunda, 24 Novembro 2014 00:00

DIOCESE DE SOBRAL – ABERTURA ANO JUBILAR

 Exultai cantando alegres, habitantes de Sião, porque é grande em vosso meio o Deus Santo de Israel (Sl 12,6).
 
   Estamos em clima de festa, estamos peregrinando para comemorar os 100 anos de nossa Diocese de Sobral. É tempo de alegria, de dar graças a Deus por esta etapa de evangelização, de caminhada, de anúncio, de conversão e de fortalecimento de nossa Fé.
 
   Nossa diocese, desde 2005, vive em clima de jubileu, pois, vem se preparando para este ano da graça. São duas etapas que se complementam. Cada uma tem sua característica própria e continuada. A primeira etapa foi de 2005 a 2010. Com o tempo das Santas Missões Populares,tivemos um chamado forte para reavivar a experiência de batizados na qual recebemos a missão de sermos missionários do Senhor, resgatando a missão primeira da Igreja que é ser uma Igreja missionária que está sempre caminhando, indo ao encontro, resgatando a “ovelha perdida”.
 
  Em 2011, demos inicio à segunda etapa de preparação, dando continuidade a esta ricaexperiência missionária. Fomos conduzidos a reavivar o espírito missionário presente na espiritualidade mariana, quando tivemos um ano dedicado a Maria (Ano Mariano). Logo em seguida veio a experiência dos discípulos missionários que anunciavam o Reino a partir da pregação e do testemunho e ensino da fé como catequistas missionários (Ano Catequético). Como missionários, também somos chamados a dar uma resposta como sinal de conversão e de adesão mais radical a serviço do reino através da vocação especifica, vivenciando o tempo vocacional. É um rever nossa resposta frente aos desafios do mundo moderno, olhando como é hoje este chamado que Deus nos faz através de seu Filho (Ano Vocacional).
 
   Como missionários, somos convidados a perceber a riqueza que é para nós a Santa Eucaristia,pois como batizados somos chamados a ser comunhão entre nós e os irmãos. É a Eucaristia, que recebemos como alimento, que nos fortalece nesta caminhada (Ano Eucarístico). Todos estes elementos provêm de uma única fonte geradora que é a Palavra de Deus.
 
   “O jubileu não é invenção simplesmente do homem, mas é criação da Bíblia Sagrada: já na primeira Aliança, a cada cinqüenta anos o Povo da Aliança dedicava um ano de louvor à santidade do seu Deus que, em sem amor fiel, mandava perdoar as dividas e libertar os escravos (Dt 15,12-15). Na Nova Aliança, o Ano Jubilar encontra em Jesus Cristo a sua realização definitiva (Lc 4,18-19): Ele realiza “um ano de graça” com suas palavras, e, sobretudo, com as suas ações: vida, morte e ressurreição.”
 
   Portanto é neste clima de celebração e de alegria que nossa Diocese quer vivenciar este tempo da Graça. Já nos lembrava o Papa São João Paulo II na bula “Incarnationis mysterium”, quando proclamou o Ano 2000: “O tempo jubilar faz-nos ouvir aquela linguagem vigorosa que Deus usa, na sua pedagogia de salvação, para impelir o homem à conversão e à penitência, princípio e caminho da sua reabilitação e também condição para recuperar aquilo que não poderia conseguir só com as suas forças: a amizade de Deus, a sua graça, a vida sobrenatural, a única onde podem achar solução as aspirações mais profundas do coração humano” (n. 2).
 
   Celebrar um jubileu é, sem dúvida, fazer memória do caminho percorrido, das conquistas alcançadas, dos pecados cometidos, dos obstáculos superados, da história construída passo a passo com perseverança e audácia. Celebrar um jubileu é também e, sobretudo, perscrutar o horizonte do futuro e abrir-se às novas interpelações que o Espírito Santo quer suscitar na Igreja jubilar. A celebração do jubileu nos convoca a reassumir nosso compromisso em meio as perplexidade do mundo contemporâneo, de maneira criativa e evangélica. Pede, sobretudo, à Igreja, a transparência do testemunho, a audácia da profecia, a firmeza da esperança.
 
   Somos todos convocados a viver intensamente este tempo jubilar, a empenharmo-nos com novo alento e ardor na vivência da nossa vocação na Igreja diocesana, a dar efetividade à missãoprofética em nossas paróquias e comunidades, a continuar alimentando o nosso compromissoevangélico na Eucaristia e na Palavra de Deus, pois: “o que vimos e ouvimos nós anunciamos”(1Jo 1, 3).
 
Teremos uma vasta programação. Durante o ano jubilar em nossa diocese.
 
• Abertura do Ano Jubilar e Ano Eucarístico – 09/11/2014
• Início da Peregrinação dos ícones (Cruz Missionária e Nossa Senhora da Conceição) 09/11
• Celebrações jubilares por segmento (Pastorais, Grupos, Movimentos, Associações Pias…)
• Visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora Aparecida – Agosto/2015
• Semana Eucarística Paroquial – Outubro/2015
• Congresso Eucarístico – Novembro/ 2015
• Festa dos 100 anos – 08/11/2015
• Lançamento do Livro que conta a história dos cem anos da diocese, seus Bispos, Padres e Paróquias.
• Atividades educacional e cultural.
 
Escrito por Pe. José Lucione Queiroz Holanda, Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Piedade,Coreaú-CE. Secretario Executivo do Centenário. Artigo Publicado na Edição 602 do Jornal Correio da Semana de nossa Diocese.
 
Segue abaixo o Catalogo da Programação do Ano Jubilar.
 

Folder do Centenário

 

Logotipo e Hino

Programaçåo do Jubileu

Oraçåo do Jubileu

Dodos Históricos

Equipes do Jubileu

Página 35 de 35