Rios do Ceará recebem contenção para evitar contaminação de água doce por óleo

O rios Curu e Jaguaribe, que abastecem o Ceará com água para consumo humano, recebem boias de contenção em um plano para evitar que os reservatórios de água doce do estado sejam atingidos pela mancha de óleo que polui as praias do Nordeste desde o início de setembro.

O Rio Curu abastece seis cidades do Ceará: Paramoti, General Sampaio, Apuiarés, Pentecoste, São Luís do Curu e São Gonçalo do Amarante. Já o Rio Jaguaribe abastece dezenas de municípios e é o mais extenso do estado, com percurso de 633 quilômetros.

A água dos rios é usada na irrigação e consumo humano e de animais, o que agravaria o desastre ambiental caso o óleo atinja as fontes de água doce.

No Ceará, pelo menos 27 praias estão ou foram poluídas com o petróleo cru, e mais de 200 localidades dos nove estados nordestinos foram impactadas pelo desastre ambiental. Além da sujeira, dezenas de animais foram achados mortos cobertos pelo óleo.

Tartarugas, peixes, aves e um golfinho morreram no Ceará em consequência da mancha negra de petróleo.

Além das praias, a região de mangue de Beberibe também foi afetada pelo petróleo. A área é considerada berçário de dezenas de espécies marítimas, incluindo os caranguejos; o temor de ambientalistas é que a poluição afete a cadeia produtiva da fauna e flora dos mangues.

A poluição também resultou na proibição da pesca de lagosta e camarão no Ceará durante novembro e dezembro, ampliando o período de defeso.

Praias atingidas por óleo no Ceará

Barroquinha: Bitupitá
Jericoacoara: Praia da Malhada
Paraipaba: Praia da Lagoinha
Paracuru: Praia do Paracuru
São Gonçalo do Amarante: Praia da Taíba
Fortaleza: Praia do Futuro, Sabiaguaba e Cofeco
Aquiraz: Praia da Prainha, Barro Preto
Cascavel: Caponga
Beberibe: Morro Branco, Barra de Sucatinga, Parajuru, Tabubinha e Praia das Fontes
Fortim: Pontal de Maceió
Aracati: Quixaba, Canoa Quebrada e Majorlândia
Icapuí: Ponta Grossa, Melancias, Picos, Barreiras, Redonda e Peroba

FONTE: G1 CEARÁ

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*