Felipe Melo marca no último lance, e Palmeiras vence a Chape na arena

Um gol de Felipe Melo, aos 54 minutos do segundo tempo, manteve vivo o sonho do Palmeiras de conquistar o título do Campeonato Brasileiro – veja a tabela. Depois de muitas chances perdidas no segundo tempo, o Verdão conseguiu no último lance a vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense, nesta quarta, na arena. Gum foi expulso no segundo tempo por falta violenta em Dudu (injustamente para Sandro Meira Ricci). O resultado afunda ainda mais os catarinenses rumo ao rebaixamento para a Série B

Palmeiras: ainda dá
O Palmeiras tem agora 53 pontos, ocupando a segunda colocação. Ainda são oito atrás do líder Flamengo (que venceu o Fortaleza, no Ceará), mas a vitória sofrida ao menos serve de motivação para continuar acreditando que o título é possível. No domingo, o Verdão enfrenta o Athletico, às 19h, na Arena da Baixada

Chape: rebaixamento muito próximo
A situação da Chapecoense se complica a cada rodada. Há 11 partidas sem vencer, o time catarinense tem apenas 16 pontos, na última posição. O Ceará, primeiro clube fora da zona do rebaixamento, já soma 26. Na próxima rodada, a equipe recebe o Goiás, domingo, às 19h, na Arena Condá.

Primeiro tempo
O Palmeiras tentou sufocar no início do jogo, ficou mais tempo com a bola, mas esteve longe de fazer uma boa partida. O Verdão teve muita dificuldade para criar jogadas de ataque. Zé Rafael, titular na vaga de Willian, pouco produziu ao lado de Scarpa. Dudu também não rendeu, mas ainda conseguiu um chute perigoso à direita já perto do fim. A Chape fez o que se imaginava: jogou fechada na defesa e tentou explorar os contra-ataques. Henrique Almeida, aberto pela direita, foi quem mais deu trabalho. O único momento de empolgação da torcida palmeirense na arena aconteceu quando o sistema de som anunciou o gol do Fortaleza diante do Flamengo – o Rubro-Negro ainda conseguiu virar.

Segundo tempo
Mano Menezes colocou Willian na vaga de Zé Rafael no intervalo e fez o Palmeiras crescer. Aos seis minutos, Willian desviou de cabeça, e Deyverson finalizou errado na pequena área. O mesmo Willian ainda concluiu antes que a bola saísse e acertou a trave. Deyverson, muito vaiado, saiu para a entrada de Henrique Dourado. Aos 22, Gum foi expulso direto ao cometer falta em Dudu – para o comentarista de arbitragem Sandro Meira Ricci, o árbitro Vinicius Gomes do Amaral exagerou no cartão vermelho. Enquanto isso, Victor Luis também foi expulso no banco de reservas após uma discussão com o bandeira. O Palmeiras continuou em cima. Willian, aos 29, teve ótima chance, mas a bola resvalou em Douglas e saiu muito perto do gol. O sufoco seguiu: aos 37, João Ricardo parou o chute de Felipe Melo. No rebote, Bruno Henrique perdeu chance incrível ao cabecear para fora de dentro da pequena área. A Chape também assustou. Em contra-ataque, aos 48, Roberto saiu cara a cara com Weverton, mas o goleiro salvou. O gol do Palmeiras saiu aos 54. Após ótima jogada de Dudu, Felipe Melo pegou rebote e mandou para as redes.

Merecia cartão vermelho?
Para o comentarista de arbitragem do Grupo Globo, Sandro Meira Ricci, a expulsão do zagueiro Gum, da Chapecoense, foi injusta.

Outubro Rosa
Mulheres que lutam contra o câncer entraram em campo com os jogadores do Palmeiras nesta quarta. Elas integram a campanha do Outubro Rosa. O goleiro Weverton recebeu um forte abraço ao se perfilar para o hino nacional e se emocionou. O volante Bruno Henrique, capitão do Verdão, usou uma braçadeira rosa em apoio.

FONTE: GLOBO ESPORTE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*