Dezenove pessoas são presas suspeitas de extração ilegal de minérios em RO

Dezenove pessoas foram presas em meio uma ação de equipes da Polícia Federal (PF), Exército Brasileiro e Força Nacional suspeitas de extração ilegal de minérios. Os trabalhos contaram com o auxílio de cerca de 100 agentes. O resultado foi divulgado pela PF na noite desta segunda-feira (7).

As prisões ocorreram no último fim de semana durante mais uma das ações da Operação Verde Brasil, que objeta o controle das queimadas na Amazônia. Ela faz parte da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).
A operação aconteceu no distrito de Jaci-Paraná, a cerca de 80 quilômetros do perímetro urbano de Porto Velho, em uma área de preservação ambiental no rio Madeira.

Além de efetivarem as prisões, os agentes encontraram embarcações (dragas e balsas) usadas para a extração de ouro.

Os 19 detidos foram levados à sede da Polícia Federal em Porto Velho e, na sequência, encaminhados ao sistema prisional estadual. Eles responderão pelos crimes de usurpação de bens da União e ambientais. Um dos envolvidos que está preso vai responder também por porte ilegal de arma de fogo.

Visita do ministro de Minas e Energia
Antes da ação, o Ministro de Minas e Energia, Almirante Bento Albuquerque, esteve em Porto Velho para participar de uma audiência pública que discutiu a mineração em terras indígenas.

Antes do início do evento, indígenas de diversas etnias realizaram uma manifestação contra a mineração nas terras.

FONTE: REDE AMAZÔNICA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*