Guerrero reclama de gramado sintético e confia no Beira-Rio: “Em casa a gente resolve”

Como qualquer colorado, Paolo Guerrero lamentou a derrota por 1 a 0 para o Athletico na noite desta quarta-feira na Arena da Baixada, no primeiro jogo da final da Copa do Brasil. Mas o peruano também confia na força do Inter no Beira-Rio para reverter o resultado e ficar com a taça, no jogo da volta, na próxima quarta-feira.

Na saída de campo, o camisa 9 analisou o desempenho da equipe nos primeiros 90 minutos da decisão. Apesar da maior posse de bola do Furacão (67% de posse), Guerrero entende que o Inter não correu muitos riscos, mesmo com a dificuldade de atuar no gramado sintético. No entanto, confia na força do grupo para reverter o resultado.

– Na saída de bola, erramos um passe e infelizmente tomamos o gol. Mas temos que continuar trabalhando, corrigir os erros. Não pode acontecer isso. Tínhamos entrado no jogo bem no segundo tempo, criamos nossas chances. Infelizmente é difícil jogar aqui, a bola quica muito. É complicado esse campo, mas em casa a gente resolve – disse o centroavante.

Com o resultado, o Inter precisa vencer por dois gols de diferença para ser campeão da Copa do Brasil. Caso devolva o placar, o título será decidida nas cobranças de pênaltis. O Furacão, por sua vez, joga pela vantagem do empate.

A partida de volta será disputada na quarta-feira, às 21h30, no Beira-Rio. Antes, o time volta a concentrar forças no Brasileirão. Neste domingo, os comandados de Odair Hellmann enfrentam o Atlético-MG no Independência, às 11h, pela 19ª rodada.

FONTE: GLOBO ESPORTE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*